22°
Máx
17°
Min

Fla vira jogo no fim, segue na cola do Palmeiras e põe Cruzeiro na zona da degola

Flamengo vence e põe Cruzeiro na zona da 'degola'

O Flamengo perdia por 1 a 0 até os 38 minutos do segundo tempo, quando iniciou uma grande reação e virou para cima do Cruzeiro por 2 a 1, neste domingo, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES). Foi a sétima vitória em sete jogos do time no estado capixaba na temporada, resultado que o mantém forte na briga pelo título do Campeonato Brasileiro ao término da 27ª rodada.

Com a virada surpreendente, a distância entre o rubro-negro, segundo colocado, e o Palmeiras permanece em apenas um ponto, com os paulistas na liderança, com 54. Quem não tem o que comemorar é o Cruzeiro, que não vence há quatro jogos e caiu para a zona do rebaixamento. O time mineiro é o 17º, com 30 pontos.

Na caça ao Palmeiras, o Flamengo tentará assumir a ponta da competição no próximo sábado contra o São Paulo, no estádio Morumbi. Com mais dez rodadas em disputa para fugir do rebaixamento, o Cruzeiro, no mesmo dia, enfrenta o Grêmio, no Mineirão, às 18h30.

Para alcançar a vitória, o Flamengo teve muitos problemas. O Cruzeiro entrou em campo com um pensamento mais defensivo, em busca de um contra-ataque perfeito. A forte marcação conseguiu neutralizar bem as ações do adversário, exceto Guerrero. O peruano recebeu passe aos 19 minutos, girou e chutou forte para a boa defesa de Gabriel.

Aos 21, nova tentativa. O centroavante dominou na área e virou uma bela bicicleta que parou em Gabriel. Somente aos 28, os mineiros chegaram ao ataque, com finalização de Arrascaeta que terminou em escanteio após Muralha espalmar. Depois disso, o jogo ficou mais equilibrado, inclusive com um gol de Ábila, mas que foi anulado por estar impedido. No último minuto do primeiro tempo, Márcio Araújo salvou quase na linha gol de Henrique.

Com a rodada desfavorável, o Cruzeiro teve de se fechar ainda mais para segurar o empate que o deixara fora da zona do rebaixamento. Com apenas Ábila à frente, o time praticamente abdicou do ataque e passou a administrar o jogo. Sem conseguir furar o bloqueio adversário, o técnico Zé Ricardo fez mudanças mais ofensivas, com as entradas de Mancuello e Fernandinho.

Quando parecia que os mineiros não tinham mais interesse na partida, Rafinha marcou um bonito gol. Aos 28, após receber passe de Robinho, o meia passou por Réver e Pará e chutou no ângulo: 1 a 0. A torcida capixaba começou a ficar impaciente com o time, que sentiu o gol e não conseguia mostrar força.

Mas, aos 38, Guerrero brilhou. O centroavante saiu da área para finalizar e viu a tentativa resvalar em Bruno Rodrigo e encobrir o goleiro Rafael: 1 a 1. A partir daí, toda a prudência dos dois times desapareceu. Aos 40, Ábila recebeu bola na área e finalizou para ótima defesa de Muralha. O Flamengo respondeu com Guerrero, em cabeceio defendido por Rafael.

E, aos 43, veio o gol que fez Cariacica se transformar em festa para os rubro-negros. Após passe de Alan Patrick, Mancuello chutou de primeira no canto de Rafael e garantiu a virada que manteve o Flamengo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 1 CRUZEIRO

FLAMENGO - Muralha; Pará, Rever, Rafael Vaz e Jorge; Marcio Araújo (Mancuello), William Arão e Diego; Gabriel (Fernandinho), Éverton (Alan Patrick) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

CRUZEIRO - Rafael; Ezequiel, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho e Arrascaeta (Rafinha); Rafael Sobis (Élber) e Ábila. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Rafinha, aos 28, Guerrero, aos 38, e Mancuello, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pará (Flamengo); Ezequiel e Rafael Sobis (Cruzeiro).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 13.780 pagantes (15.680 no total).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (FIFA-RS).

LOCAL - Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES).