24°
Máx
17°
Min

Fluminense derrota Bangu e sobe para 2º na Taça Guanabara

Com boa atuação, mas placar modesto, o Fluminense derrotou o Bangu por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, e subiu para a vice-liderança da Taça Guanabara, que equivale à segunda fase do Campeonato Carioca. O lateral Guilherme marcou, contra, o único gol da partida - a arbitragem acabou dando o gol para Gustavo Scarpa.

O triunfo levou o Fluminense aos oito pontos, um atrás do líder Vasco, que faz o clássico com o Flamengo ainda nesta noite. Já o Bangu segue na 8ª e última colocação da Taça Guanabara, que reúne os melhores times da primeira fase do Estadual (a Taça Rio reúne os demais), com apenas um ponto.

O resultado desta quarta ampliou a série invicta do Fluminense para oito jogos, seis deles sob o comando do técnico Levir Culpi.

O JOGO - Embalado nesta Taça Guanabara, o Fluminense não teve dificuldade para dominar o Bangu no primeiro tempo. Controlou a posse de bola, foi mais presente no ataque e praticamente não levou sustos na defesa. O problema foi a falta de jogadas que realmente levassem perigo ao gol de Célio Gabriel.

Nos primeiros 45 minutos, foram apenas três oportunidades ofensivas. Osvaldo completou cruzamento para fora aos 22. Dois minutos depois, Fred finalizou prensado. E, aos 35, o artilheiro sofreu falta quase em cima da linha da área. Gustavo Scarpa bateu falta perigosa, mas o goleiro Célio Gabriel fez grande defesa.

Na saída para o intervalo, Fred atribuiu o baixo aproveitamento do ataque tricolor às falhas no danificado gramado e na iluminação irregular do estádio. "A iluminação atrapalhou a mim e ao Gum. A bola não pegou legal. O campo está pesado também. Estamos igualando, mas eles estão fechados", comentou o atacante.

Insatisfeito com as limitações da armação do Fluminense, Levir Culpi começou o segundo tempo colocando Marcos Junior e Douglas nas vagas de Osvaldo e Gerson. E a mudança deu resultado aos 13 minutos. Marcos Junior disparou pela esquerda e cruzou na área para Gustavo Scarpa. O lateral Guilherme se antecipou e completou contra as próprias redes.

Antes da assistência, Marcos Junior quase abrira o placar em seu primeiro lance na partida, quando finalizou rente à trave logo no primeiro minuto da etapa. Com o meia-atacante investindo pela esquerda, Fred ganhou mais espaço no meio e Cícero passou a atuar mais à frente.

O jogo se tornou mais aberto, com mais espaço para o Fluminense trabalhar no ataque. Mas, assim como na etapa inicial, as boas chances de gol escassearam. Como consequência, o time visitante precisou se contentar com a vitória por 1 a 0.

Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar o Madureira, no sábado, fora de casa. O Bangu duelará com o Boavista no mesmo dia, em Moça Bonita.

FICHA TÉCNICA:

BANGU 0 x 1 FLUMINENSE

BANGU - Célio Gabriel; Léo Garcia (Marlon), Rafael Henriques, Arthur Sanches, Guilherme; Júnior, Giovanni Carioca, Magnum, Almir; William Amendoim (Mauro Silva) e Igor Goulart (Carlinhos). Técnico: Mário Marques.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jonathan, Henrique, Gum, Wellington Silva; Pierre, Cícero, Osvaldo (Marcos Junior), Gustavo Scarpa, Gerson (Douglas); Fred (Magno Alves). Técnico: Levir Culpi.

GOL - Guilherme, aos 13 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Giovanni Carioca, Gustavo Scarpa.

ÁRBITRO - Elton Azevedo.

RENDA - R$ 52.165,00.

PÚBLICO - 2.558 pagantes (3.304 no total).

LOCAL - Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ).