22°
Máx
17°
Min

Fluminense derrota o Botafogo e coloca fim a jejum de vitórias em clássicos

(Foto: Divulgação/Fluminense) - Fluminense derrota o Botafogo e coloca fim a jejum de vitórias em clássicos
(Foto: Divulgação/Fluminense)

O Fluminense venceu o Botafogo por 1 a 0, neste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time tricolor chega a sete pontos e permanece na sétima posição, junto com outras seis equipes, e fica mais perto do G4. O Botafogo segue com quatro pontos, na 13.ª posição. A vitória representa o primeiro triunfo do clube das Laranjeiras em clássicos no ano sob o comando do técnico Levir Culpi.

Os rivais cariocas fizeram jogo agitado e aberto em Volta Redonda. O time tricolor foi superior e criou muitas jogadas de perigo, esbarrando na própria imperícia na finalização e no goleiro Helton Leite, que fez um jogo seguro. Fred se movimentou muito e obrigou os companheiros a rodarem mais em campo. Cícero, que esteve bem posicionado e pecou na finalização, e Gustavo Scarpa, que puxou os ataques tricolores, foram destaques do time. O clube alvinegro pareceu desencontrado em campo. Inferior tecnicamente, esperou brechas para atacar, mas não conseguiu furar a defesa rival.

As equipes voltam a jogar pela quinta rodada do Brasileirão nesta quinta-feira, às 21h45. O Botafogo jogará contra o Cruzeiro no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e o Fluminense irá ao estádio Independência, em Belo Horizonte, para enfrentar o Atlético Mineiro.

O JOGO - Logo aos 30 segundos, o Fluminense fez a primeira chegada, em cruzamento de Gustavo Scarpa e cabeçada de Cícero, que passou perto da meta de Helton Leite. O jogo começou agitado e as duas equipes buscaram atacar. O primeiro lance de grande perigo veio aos 19 minutos com chute colocado de Scarpa, que obrigou o goleiro a fazer boa defesa e espalmar. No rebote, Fred não alcançou a bola por centímetros. Na sequência do lance, Scarpa cruzou e Henrique subiu mais que todos, mas cabeceou para fora, passando perto do gol botafoguense.

Apesar do jogo equilibrado, o time tricolor criou mais lances perigosos. Aos 24 minutos, Scarpa lançou na área e Cícero apareceu livre por trás da defesa, se esticou e chutou para fora. O time das Laranjeiras seguiu pressionando e esbarrou na defesa adversária e na falta de conclusão dos lances. Aos 41, Cícero recebeu belo cruzamento de Fred na direita da área e cabeceou bem. Helton Leite estava atento e espalmou para escanteio.

O Botafogo até tentou reagir, mas, em contra-ataque promissor, Marquinho demorou demais a passar a bola e foi neutralizado pela defesa adversária. O time alvinegro teve dificuldades e alguns de seus jogadores ficaram muito sumidos do jogo. Aos 45 minutos, Richarlison lançou Cícero, livre pela esquerda na área. O meia chutou forte e a bola foi nas malhas laterais. Com o apito final, o Fluminense saiu com a sensação de que desperdiçou o domínio que exerceu na partida.

Na volta do intervalo, o técnico Ricardo Gomes sacou Marquinho e Leandrinho, que apareceram pouco no jogo, e colocou Sassá e Neilton para deixar o time alvinegro mais ofensivo. Apesar disso, foi o Fluminense que aproveitou. Aos 5 minutos, em saída de bola errada do Botafogo, Douglas roubou a bola e passou para Fred. Cara a cara com Helton Leite, o capitão tricolor não desperdiçou, bateu no canto direito e abriu o placar no estádio Raulino de Oliveira.

Em desvantagem, o time alvinegro teve que ser mais ofensivo, mas não conseguiu pressionar o adversário. Com a equipe em má exibição e desorganizada, ficou fácil para o rival dominar a partida.

No final da partida, o Botafogo se animou e passou a atacar mais. Aos 38 minutos, Sassá recebeu cruzamento rasteiro na entrada da área e bateu para o gol, mesmo com Gervásio Nunez livre. A bola resvalou na zaga e foi para fora. No lance seguinte, o time tricolor partiu em contra-ataque e, apesar da boa chance, Scarpa demorou muito a passar a bola e a defesa rival se recompôs. O clube de General Severiano seguiu tentando pressionar, muito mais com vontade do que com técnica e estratégia. Cansado, o Fluminense se fechou para manter o placar.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 0 BOTAFOGO

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Giovanni (Ayrton); Edson, Pierre (Douglas), Cícero e Gustavo Scarpa; Richarlison (Marcos Júnior) e Fred. Técnico: Levir Culpi.

BOTAFOGO - Helton Leite; Luís Ricardo, Emerson, Emerson Silva e Victor Luis; Bruno Silva, Fernandes, Marquinho (Sassá) e Leandrinho (Neilton); Salgueiro (Gervasio Nunéz) e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes.

GOL - Fred, aos 5 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Richarlison (Fluminense); Bruno Silva (Botafogo).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido de Souza (SP).

RENDA - R$ 73.130,00.

PÚBLICO - 2.860 pagantes (4.550 no total).

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).