21°
Máx
17°
Min

Fluminense e Santa Cruz empatam em jogo com dois gols de Grafite

O veterano Grafite voltou a se destacar na segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Em jogo com arbitragem polêmica, o centroavante marcou dois gols no empate por 2 a 2 do Santa Cruz com o Fluminense, neste sábado, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Com os dois gols deste sábado, Grafite assumiu a artilharia da competição, com quatro marcados em dois jogos. As duas equipes seguem invictas, com quatro pontos. Na quarta-feira, o Fluminense volta a campo para enfrentar o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo, enquanto o Santa Cruz recebe o Cruzeiro, no Estádio do Arruda, no Recife, pela terceira rodada.

O início do primeiro tempo não deu indícios de que seria um confronto de muitos gols. A forte marcação impedia o surgimento de chances de gols e mostrava duas equipes cautelosas e sem muita criatividade. Assim, as chances só foram criadas em falhas da defesa. A principal foi de Pierre, em passe errado, que parou em Keno, que finalizou para a defesa de Diego Cavalieri. A resposta do Fluminense veio com Richarlison, em bicicleta defendida por Tiago Cardoso.

Apesar de teoricamente contar com um esquema de jogo ofensivo, o time de Levir Culpi pouco produziu, pois tinha posse de bola, mas sem criatividade. Diferente dos pernambucanos, que criaram duas boas chances. A melhor foi com Keno, em bola que desviou em Fernando Gabriel e quase entrou.

No intervalo, Levir mudou a formação, com a saída de Richarlison para a entrada de Gérson. A ideia era dar mais liberdade para Gustavo Scarpa, algo que não ocorreu. Insatisfeito, Levir tentava reorganizar a equipe, mas sem sucesso. O treinador parecia prever o gol, que saiu aos sete minutos. Tiago Costa tabelou com Fernando Gabriel e cruzou para Grafite fazer 1 a 0.

O gol levou o Fluminense a reagir de forma rápida. Aos 11, Gustavo Scarpa bateu falta com perfeição e empatou o jogo: 1 a 1. Aos 14, a virada. Após escanteio, Gum tentou duas vezes até conseguir dar a vantagem ao time tricolor: 2 a 1.

Com o resultado favorável, a equipe carioca colocou um freio após os sete minutos intensos, com três gols. O Santa Cruz tentou acelerar, mas tinha dificuldades. A melhor chance foi aos 30, em cobrança de falta de Arthur. Em um lance polêmico, os pernambucanos empataram. Grafite tentou finalizar e acertou a perna de Jonathan, mas a arbitragem marcou pênalti. Grafite, aos 37, cobrou e fez 2 a 2.

Nos acréscimos, Gustavo Scarpa teve nova chance em cobrança de falta, mas dessa vez não conseguiu acertar o alvo para dar a vitória ao Fluminense. Assim, a partida terminou empatada em 2 a 2.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 x 2 SANTA CRUZ

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero e Gustavo Scarpa; Osvaldo (Marcos Júnior), Richarlison (Gérson) e Fred. Técnico: Levir Culpi

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Léo Moura (Everaldo), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Wellington e Fernando Gabriel (Wallyson); Arthur, Keno (Bruno Moraes) e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

GOLS - Grafite, aos 7 e 37, Gustavo Scarpa, aos 11, e Gum, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jailson Macedo Freitas (BA).

CARTÕES AMARELOS - Jonathan, Henrique e Wellington Silva (Fluminense); Wellington Tiago Costa, Keno e Uillian Correia (Santa Cruz).

PÚBLICO - 2.325 pagantes (3.380 no total).

RENDA - R$ 54.980,00.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).