22°
Máx
16°
Min

FPF chama Claudinei Oliveira de leviano e infantil

(Foto: Divulgação/Paraná Clube) - FPF chama Claudinei Oliveira de leviano e infantil
(Foto: Divulgação/Paraná Clube)

A Federação Paranaense de Futebol divulgou uma nota na tarde desta terça-feira (5), criticando o técnico do Paraná Clube, Claudinei Oliveira, por conta de afirmações que o treinador fez à imprensa criticando o horário do jogo de volta com o Foz do Iguaçu, que será realizado no próximo dia 10, na Vila Capanema.

O técnico reclamou do horário ao final da partida diante do Foz do Iguaçu, na qual o Tricolor venceu por 3 x 0. Claudinei criticou o fato do jogo do Atlético-PR – tanto a ida como a volta – terem sido marcados às 16h, sendo que o Paraná Clube é o time com a melhor campanha no estadual até aqui. Além disso, o treinador ressaltou o fato de que o Paraná terá que jogar a Copa do Brasil durante a semana, enquanto os outros times só terão novos compromissos no fim de semana.

“De novo fica claro o despreparo e falta de conhecimento do Sr. Claudinei Oliveira sobre as regras das competições organizadas pelas entidades representativas do futebol brasileiro”, disparou a nota da Federação Paranaense de Futebol.

A instituição ressalta ainda que o horário foi marcado a pedido da televisão que possui os direitos de transmissão dos jogos do Paranaense. Além disso, a nota afirma que os canais abertos optaram por transmitir Atlético e Londrina

A Federação ainda ressalta que o “Sr. Claudinei” não tem “discernimento algum sobre os aspectos de segurança que devem ser levados em consideração pelo fato de todos os quatro jogos da rodada serem realizados na cidade de Curitiba.”

A nota ainda lembra os episódios recentes de violência no futebol que aconteceram em São Paulo e volta a criticar o treinador. “No momento em que observamos em outros estados os fatos lamentáveis de confrontos entre ‘torcidas organizadas’, o Sr. Claudinei de Oliveira prefere preocupar-se com críticas vazias e equivocadas a respeito da FPF e mostrar seu egocentrismo exacerbado.”

Durante a nota, a Federação ainda rechaça qualquer posição tendenciosa da instituição em relação ao agendamento das partidas. “(O técnico Claudinei Oliveira) é leviano e infantil ao dar a entender que poderia haver qualquer tipo de "direcionamento" para esta ou outra agremiação futebolística.”

A Federação ainda chama o treinador de mentiroso por declarações passadas em que também criticava a instituição. Em uma das afirmações, de acordo com a nota, Claudinei teria dito que era necessário pagar um valor de R$500 para formalizar uma denúncia ou reclamação contra a arbitragem. Além disso, também criticou outra fala do treinador que, ao se referir à postura da equipe do Londrina, chamou de “típico time de província”.

A nota ressalta que o departamento jurídico da FPF vai tomar as devidas providências para que o técnico prove o que disse. “A irresponsabilidade deste tipo de declaração não passará impune. Ele será obrigado a provar as suas inverdades e ilações mentirosas prolatadas irresponsavelmente em meios de comunicação com ampla repercussão social.”

A Federação afirmou que respeita a agremiação do Paraná Clube, seus torcedores e o presidente Leonardo de Oliveira, “que não vem medindo esforços para recuperar um dos mais importantes clubes do Paraná e do Brasil.” No entanto, a nota volta a criticar as afirmações do treinador.

“Lamentamos que pessoas não qualificadas emocional, cultural e socialmente, profiram continuadamente mentiras sobre o Campeonato Paranaense, que completa seus 102 anos. Ao Sr. Claudinei Oliveira, nosso repúdio pelas declarações realizadas e a certeza de que sua pequeneza é oriunda do profundo desconhecimento da realidade paranaense e das atividades da Federação Paranaense de Futebol”, finalizou.

O Paraná foi procurado pela reportagem e afirmou que irá divulgar uma nota com o posicionamento do clube ainda nesta terça-feira (5).

Confira a nota completa clicando AQUI