22°
Máx
14°
Min

França goleia Islândia, espanta a zebra e encara Alemanha na semifinal da Euro

A França espantou a zebra da Eurocopa sem dar margem para sustos. Imponente desde o início do jogo, atropelou a Islândia com uma goleada por 5 a 2 neste domingo, no Stade de France, e avançou para a semifinal a competição.

Giroud, Pogba, Payet e Griezmann marcaram ainda no primeiro tempo, que foi um verdadeiro passeio francês. Não foram incomodados nenhuma vez e aproveitaram as falhas defensivas do frágil adversário para encaminhar a classificação.

Na etapa final, Sigthórsson e Bjarson descontaram para a Islândia, mas Giroud fez mais um para os donos da casa. Agora, a seleção anfitriã se prepara para enfrentar a Alemanha na próxima quinta-feira, às 16 horas, em Marselha. A outra semifinal acontecerá na quarta-feira, quando Portugal e País de Gales se enfrentam no mesmo horário.

O JOGO - Na véspera da partida, o técnico Didier Deschamps pregou respeito ao adversário e informou que começar o jogo com um ritmo forte será fundamental para obter a classificação. Os jogadores entenderam o recado.

Depois de Payet assustar o goleiro adversário com um chute de fora da área, os donas da casa conseguiram abrir o placar aos 12 minutos. Matuidi lançou para Giroud, que invadiu a área e bateu forte entre as pernas do goleiro Halldórsson.

A Islândia ainda tentava ter a posse de bola, quando levou o segundo, aos 20. Griezmann cobrou escanteio na cabeça de Pogba, que desviou para as redes. Os 2 a 0 no placar fizeram com que a França diminuísse um pouco o ritmo.

Sem sofrer grandes sustos, voltou a pressionar nos minutos finais e conseguiu o terceiro e quarto gols na sequência. Aos 42, Sagna cruzou, Giroud escorou para Griezmann, que ajeitou para Payet bater no canto esquerdo de Halldórsson. Antes do apito do árbitro, veio um golaço. O zagueiro Umtiti tocou para Girou no meio-campo, mas ele deixou a bola passar por entre as pernas, enganou a zaga adversária e deixou Griezmann na cara do gol. O atacante avançou e tocou por cobertura.

A Islândia voltou para a etapa final para honrar a campanha histórica do país na competição. Aos 11, diminuíram com Sigthórsson. Após cruzamento de Sigurdsson, o atacante se antecipou à zaga e fez o gol de honra.

Para acabar com qualquer empolgação do adversário, os franceses fizeram o quinto três minutos depois. Payet cobrou falta na área e Giroud desviou de cabeça para fazer o segundo dele na partida. A partir daí os franceses tocaram a bola para o tempo passar.

Os islandeses tentavam lutar para diminuir a goleada. Sem desistir em nenhum momento, conseguiram diminuir com Bjarnason, de cabeça, aos 38 minutos. Buscaram a bola no fundo das redes esperançosos, mas o placar ficou nos 5 a 2.

REENCONTRO - Semifinalistas, França e Alemanha voltam a se enfrentar em um mata-mata em uma competição oficial depois de terem medido forças nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014, há quase exatamente dois anos, em 4 de julho daquele ano, quando os alemães venceram por 1 a 0, no Maracanã, com um gol de Hummels, mas que desta vez está suspenso desta semifinal por ter levado o segundo cartão amarelo. Em seguida, os alemães humilhariam o Brasil com uma goleada por 7 a 1 na semifinal, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 5 x 1 ISLÂNDIA

FRANÇA - Lloris; Sagna, Umtiti, Koscielny (Mandala) e Evra; Matuidi, Pogba, Payet (Coman) e Sissoko; Giroud (Gignac) e Griezmann. Técnico: Didier Deschamps.

ISLÂNDIA - Halldórsson; Saevarsson, Sigurdsson, Árnason (Ingason) e Skúlason; Gunnarsson, Sigurdsson, Gudmundsson; Bjarnason; Sigthórsson e Bödvarsson (Finnbogason). Técnico: Lars Lagerbäck.

ÁRBITRO - Björn Kuipers (HOL)

GOLS - Giroud, aos 12; Pogba, aos 20; Payet, aos 42; e Griezmann, aos 45 minutos do primeiro tempo; Sigthórsson, aos 11; e Giroud, aos 14 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Bjarnason (Islândia) e Umtiti (França).

LOCAL - Stade de France, Saint-Denis.