23°
Máx
12°
Min

Franciela e Ana Cláudia abrem mão de Mundial Indoor e Brasil leva oito aos EUA

Classificadas para o Mundial Indoor de Portland, Ana Cláudia Lemos e Franciela Krasucki decidiram não participar da competição que começa na quinta-feira da próxima semana. As duas velocistas tinham índice para participar dos 60m rasos, mas, de acordo com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), decidiram priorizar a preparação para os Jogos Olímpicos. Ana Cláudia está qualificada para o Rio-2016, mas Franciela ainda não. De qualquer forma, ambas são nomes importantes do revezamento 4x100m do Brasil.

Sem elas, o Brasil vai levar oito atletas a Portland, para participar de apenas quatro provas diferentes: 60m com barreiras (João Vitor Oliveira, Fabio Vaz e Fabiana Moraes), salto com vara (Fabiana Murer e Thiago Braz), arremesso de peso (Darlan Romani) e 60m rasos (Rosângela Santos). A equipe BM&F Bovespa teve três convocados, contra dois do Pinheiros.

A seleção viaja desfalcada de Mauro Vinicius da Silva, o Duda, que é o atual bicampeão mundial indoor do salto em distância, mas não conseguiu índice para competir em Portland. Ele teve seguidas lesões no ano passado e na pré-temporada de 2015 e até chegou a saltar 8,14 no Rio, há duas semanas. Mas o índice era 8,18m.

Thiago Braz é o grande candidato a uma medalha em Portland, uma vez que ocupa o terceiro lugar do ranking do salto com vara. Ele saltou 5,93m há cerca de um mes, estipulando novo recorde sul-americano. Mas tanto o francês Renaud Levillenie quanto o canadense Shawnacy Barber passaram 6,00m este ano e têm regularmente superado 5,85m.

No feminino, Fabiana Murer é só sétima numa temporada em que a grega Ekaterina Stefanidi e a norte-americana Dami Payne alcançaram um nível nunca atingido pela brasileira. Stefanidi tinha 4,77m como melhor resultado da carreira e saltou 4,91m. Payne foi de 4,75m para 4,90m. Já a norte-americana Suhr bateu o recorde mundial indoor, saltando 5,03m em janeiro.

Nas demais provas os brasileiros brigam para chegar à final. A competição vai de quinta (17) a domingo (20), sendo aberta exatamente pelo salto com vara, às 0h05 de sexta-feira pelo horário de Brasília. Também serão disputadas provas de 400m, 800m, 1.500m, 3.000m, salto em altura, salto em distância, heptatlo (masculino), pentatlo (feminino), salto triplo e revezamento 4x400m.