22°
Máx
16°
Min

Fred encerra jejum, mas Flu vacila com um a mais e só empata na Copa do Brasil

(Foto: Divulgação)  - Fred encerra jejum, mas Flu vacila com um a mais e só empata na Copa do Brasil
(Foto: Divulgação)

Os dois gols de Fred e o fim de um jejum de dez jogos sem balançar as redes davam uma noite tranquila ao Fluminense. Porém, mesmo com um homem a mais desde os 30 do primeiro tempo, o time tricolor tomou a virada e teve de correr atrás do empate por 3 a 3 com a Ferroviária, nesta quarta-feira à noite, no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

Sem evitar o jogo da volta, os dois times se enfrentam novamente no próximo dia 12, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Para avançar, o Flu precisa vencer ou empatar por até dois gols. Com novo 3 a 3, a classificação será definida nos pênaltis.

O início do jogo já mostrava que a noite não era carioca. Após recuo errado de Jonathan, Diego Cavalieri saiu do gol para corrigir a falha do lateral e complicou mais. Após disputa de Tiago Marques, Danielzinho dominou na intermediária e chutou para o gol livre. Para a sorte tricolor, a bola foi para fora.

O time de Levir Culpi não jogava bem, mas conseguiu abrir o placar Após cruzamento, Thallysson colocou a mão na bola. Pênalti. Fred cobrou e colocou fim ao jejum de três meses sem gols, aos 16. Com a vantagem, o segundo gol não demorou a sair. Após boa jogada pela esquerda, Gustavo Scarpa cruzou e Fred, aos 28, ampliou de peito.

Na sequência, o jogo poderia ter ficado ainda mais fácil para o Flu. Após falta dura em Pierre, o goleiro Rodolfo foi expulso. Mas, com um a menos em campo, a Ferroviária cresceu. Até perdeu pênalti, com Thallysson. Só que se recuperou e marcou aos 43, com Luan, após cobrança de escanteio. Aos 47, por sua vez, empatou. Wescley fez ótima jogada e chutou. Diego Cavalieri fez boa defesa, mas a bola parou com Tiago Marques, que igualou: 2 a 2.

No segundo tempo, a reação paulista seguiu. Tiago Marques fez boa jogada individual e chutou forte: 3 a 2, já aos 5 minutos. Apesar de ter um jogador a mais em campo, o Fluminense não conseguia traduzir em superioridade a vantagem numérica em campo. O jeito então foi abusar das bolas aéreas. Foi assim que saiu o empate. Aos 29, Wellington Silva levantou e Magno Alves completou: 3 a 3.

Ao evitar o vexame, com um adversário satisfeito com o empate, o Fluminense reduziu a velocidade do jogo e aguardou o apito final em Araraquara para ao menos não sair de campo derrotado.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 3 x 3 FLUMINENSE

FERROVIÁRIA - Rodolfo; Alex Silva, Luan, Marcão e Thallysson; Rafael Miranda, Juninho, Danielzinho e Wescley (Kaio); João Paulo (Alexandre Cajuru) e Tiago Marques (Caíque). Técnico: Antonio Picoli.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre (Magno Alves), Cícero e Gerson (Douglas); Osvaldo (Marcos Junior), Gustavo Scarpa e Fred. Técnico: Levir Culpi.

ÁRBITRO - Diego Almeida Real (RS).

GOLS - Fred, aos 16 e 28, Luan, aos 43, e Tiago Marques, aos 47 minutos do primeiro tempo; Tiago Marques, aos 5, e Magno Alves, aos 29 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - Alex Silva e Thallysson (Ferroviária); Pierre (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Rodolfo (Ferroviária).

PÚBLICO - 4.610 pagantes.

RENDA - R$ 81.890,00.

LOCAL - Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).