23°
Máx
12°
Min

Furacão busca título depois de sete anos de jejum

(Foto: Gustavo Oliveira / Site Oficial Atlético-PR) - Furacão busca título depois de sete anos de jejum
(Foto: Gustavo Oliveira / Site Oficial Atlético-PR)

O Atlético-PR entra em campo nesta quarta-feira (20) para tentar acabar com um jejum. O último título que o Furacão conquistou foi o Campeonato Paranaense de 2009. A oportunidade para tirar o “atraso” acontece na Copa da Primeira Liga, competição criada neste ano e que foi organizada pelos clubes. A decisão é contra o Fluminense, a partir das 21h45, no estádio Mário Heleno, em Juiz de Fora (MG).

Por conta disto, a expectativa é enorme, apesar da tentativa do elenco retirar esse “peso” em cima da decisão. O técnico Paulo Autuori, em entrevista coletiva ontem, afirmou que a preocupação da equipe deve ser apenas com o presente.

A competição foi elogiada pelo treinador atleticano, o que foi compartilhado pelos jogadores do Rubro-negro. “Esta é a primeira edição e com certeza será uma competição muito lembrada”, comenta o meia Vinícius.

De acordo com ele, toda a equipe está focada para a final de hoje e vai tentar fazer “história” com a conquista desta primeira edição da Copa da Primeira Liga. Vinícius, em particular, vai tentar deixar a sua marca na decisão. Foi dele o primeiro gol da equipe na Copa da Primeira Liga, justamente na estreia com o Fluminense, quando o Furacão venceu por 1x0.

Para a final, Autuori não pode contar com o lateral direito Léo, suspenso, e o zagueiro Cleberson, que está se recuperando no departamento médico. A delegação do Atlético-PR em Juiz de Fora tem 21 jogadores e o treinador deve confirmar a equipe titular apenas momentos antes da partida.

Ainda em Curitiba, Autuori destacou que a estrutura da equipe deve ser mantida para a decisão e que é muito importante manter a coerência em momentos de decisão. “Muda-se toda a rotina porque é uma decisão e você está sendo contraditório com tudo aquilo que fez para chegar até onde quis. Em momentos de decisão, se dá melhor quem mantém o que fez para alcançar esta posição. Esta é a minha ideia, sempre”, declarou o treinador atleticano.

O jogo terá arbitragem de Sandro Meira Ricci, com assistência de Rafael da Silva Alves e Helton Nunes.

Colaboração Robson De Lazzari / Rede Massa.