22°
Máx
16°
Min

Giovanni sofre fraturas, será operado e também desfalca o Atlético-MG

O gol do Atlético-MG está mesmo assombrado pelas lesões. Depois do titular Victor, foi a vez do reserva Giovanni sofrer uma grave contusão que o obrigará a passar por cirurgia. O goleiro sofreu múltiplas fraturas na face no confronto diante do Tupi, no último domingo, e também virou desfalque para o técnico Diego Aguirre.

Giovanni fazia diante do Tupi sua terceira partida consecutiva como titular, aproveitando a lesão de Victor que o fez ser submetido a cirurgia no joelho. No segundo tempo do domingo, o reserva saiu para tentar interceptar um passe, acabou atingido pela perna de Vinícius Kiss e precisou ser substituído por Uilson.

Nesta segunda-feira, o Atlético-MG confirmou a gravidade da lesão de Giovanni. "O goleiro Giovanni, que sofreu um choque no rosto na partida em Juiz de Fora, sofreu algumas fraturas na face e será submetido a cirurgia, ainda sem data marcada", explicou o clube em nota.

Giovanni até apareceu no clube nesta segunda-feira, mas não treinou. Terceiro goleiro atleticano, Uilson assumirá a condição de titular e terá a primeira oportunidade de sequência. Até hoje, o atleta de 21 anos realizou somente três partidas pelo time profissional.

A situação do gol do Atlético-MG é ainda mais dramática porque as lesões também atingiram a base do clube. Além de Victor e Giovanni, os três principais goleiros dos juniores (Cleiton, Hudson e Aleksander) estão contundidos. Por isso, a tendência é que Tiago, quarta opção do time júnior, ganhe a vaga no banco da equipe principal.

Nesta segunda-feira, os três goleiros que treinaram foram Uilson, Tiago e Flávio, que subiu do juvenil para completar o elenco. É com esta situação que o Atlético-MG terá pela frente nada menos que o clássico mineiro diante do Cruzeiro, domingo, no Independência, pelo Estadual.