26°
Máx
19°
Min

Gol de ‘filho ingrato’ elimina Londrina da Copa do Brasil

O Londrina está fora da Copa do Brasil. No retorno ao estádio do Café, o Tubarão perdeu por 2 a 0 para o Cruzeiro na partida de ida da segunda fase da competição. Agora, os comandados de Cláudio Tencati voltam o foco para a Série B do Campeonato Brasileiro, com estreia no próximo sábado (14), diante do CRB, novamente no Café.

Cerca de 3,3 mil torcedores reencontraram um estádio com gramado reformado, pintura nas arquibancadas e cativas, e outras melhorias. Só esqueceram de avisar um transformador de energia próximo a uma das torres de iluminação do estádio que explodiu minutos antes do início da partida.

O jogo começou com 20 minutos de atraso e uma diferença técnica visível entre as duas equipes. Enquanto o Cruzeiro tocava a bola com facilidade e chegava constantemente ao gol do Londrina, o time da casa tinha dificuldade em trocar mais que dois passes, e nem ameaçava o goleiro Fábio.

A pressão mineira deu resultado aos 22 minutos. Em jogada pela esquerda, Pisano cruzou na área e o zagueiro Bruno Rodrigo subiu tranquilo para cabecear no canto esquerdo do goleiro Marcelo Rangel.

Atrás do placar, o Londrina não demonstrou menor sinal de reação. Aos 35 minutos, o volante Henrique, londrinense do Jardim Bandeirantes, ainda tentou dar uma ‘ajudinha’, recuando a bola com força para o goleiro Fábio e quase marcando um gol contra. 

Um minuto depois, ele se redimiu. Dominou uma bola longe da área e mandou uma bomba, surpreendendo Marcelo Rangel.

(foto: Robson Vilela/Light Press)(foto: Robson Vilela/Light Press)

Antes mesmo do intervalo, o técnico do Londrina, Cláudio Tencati, já colocou três jogadores no aquecimento, demonstrando insatisfação com o desempenho do time.

Na volta para o segundo tempo, Bidía e Zé Rafael deixaram o meio-campo para entrada de Rafael Gava e a estreia do atacante Jô, vindo do São José (RS).

Apesar do ‘sangue novo’, os velhos problemas persistiram. Dificuldade na armação de jogadas, excesso de erros nos passes e atacantes recebendo bolas ‘quadradas’ lá na frente.

Tencati ainda queimou a última alteração trocando Paulinho Moccelin por Bruno Batata. Havia a expectativa de que o goleiro Vitor entrasse no final da partida para se despedir da torcida, já que o contrato dele com o clube terminou nesta terça (10).

A torcida perdeu a paciência com o time e alguns deixaram o estádio antes do fim da partida. As críticas foram dirigidas ao gestor do clube, Sérgio Malucelli, e a boa parte do elenco.

Ficha técnica

Data: 10/05/2016 (terça-feira)
Local: Estádio do Café, em Londrina-PR
Árbitro: Márcio Henrique de Gois (SP)
Público: 3.393
Renda: R$54.690,00
Gols: Bruno Rodrigo aos 22 e Henrique aos 36 minutos do primeiro tempo.  


Londrina:Marcelo, Igor, Mateus, Silvio e Paulinho; Germano. Bidia (Rafael Gava), Zé Rafael (Jô), Netinho e Itamar; Paulinho Moccelin (Bruno Batata)
Técnico: Cláudio Tencati
Cruzeiro: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Lucas Romero, Henrique, Pisano (Ariel Cabral); Élber (Douglas Coutinho), Allano ( Bruno Ramires) e Willian
Técnico: Delamore


Cartões amarelos: Elber, Sánchez Miño, Lucas Romero e Ariel Cabral (Cruzeiro), Germano, Sílvio e Jô (Londrina)