24°
Máx
17°
Min

Grafite marca, Santa Cruz bate Bahia e vai à final da Copa do Nordeste

Santa Cruz e Campinense são os finalistas da Copa do Nordeste de 2016. O time pernambucano chegou pela primeira vez à decisão após surpreender e vencer o Bahia, por 1 a 0, em plena Arena Fonte Nova, em Salvador, neste domingo. Em compensação, os paraibanos chegam à segunda final após baterem o Sport por 1 a 0 no tempo normal e por 3 a 1 nos pênaltis. O clube foi campeão em 2013, na volta do torneio neste novo formato.

O Bahia foi punido pela falta de eficiência no ataque. Apesar de dominar a maior parte do jogo, o time baiano pecou nos momentos decisivos e perdeu para o Santa Cruz. Na partida de ida, os dois times empataram, por 2 a 2, em Recife. É o segundo ano seguido que o time cai no mata-mata, já que em 2015 perdeu a final para o Ceará.

O Bahia criou as melhores oportunidades, mas esbarrou em um Santa muito bem postado na defesa e nos próprios erros de conclusão. O único gol foi anotado pelo atacante Grafite, aos 13 minutos. Ele roubou a bola do zagueiro Robson, ganhou a disputa com o goleiro Marcelo Lomba e mandou para o gol.

Na Ilha do Retiro, depois de vencer no tempo normal, o Campinense mostrou mais eficiência. Com a bola rolando, os dois times fizeram um confronto equilibrado. O atacante Rodrigão marcou o único gol, aos 16 minutos do segundo tempo. Foi o 16.º gol do maior artilheiro do Brasil em 2016.

Nos pênaltis, Chapinha, Jussimar e Joécio marcaram para o clube paraibano. O goleiro Magrão defendeu a cobrança de Tiago Sala. O Sport perdeu três penalidades, com Renê e Johnathan Goiano, que mandaram para fora, e Luiz Antônio, que chutou para defesa do goleiro Gledson. Diego Souza foi o único a balançar as redes para o Sport.