24°
Máx
17°
Min

Grêmio é atropelado pelo Rosario e cai nas oitavas da Libertadores

(Foto: Divulgação)  - Grêmio é atropelado pelo Rosario e cai nas oitavas da Libertadores
(Foto: Divulgação)

O Grêmio sabia que teria uma tarefa dificílima nesta quinta-feira diante do Rosario Central, na Argentina. Depois de perder por 1 a 0 na ida, em Porto Alegre, precisava reverter a situação no caldeirão do Gigante de Arroyito. Só não contava com um gol do adversário logo no início da partida. A partir daí, o time argentino dominou as ações, foi amplamente superior e atropelou por 3 a 0 para eliminar os brasileiros e se garantir nas quartas de final da Libertadores.

Se a vaga já havia sido encaminhada no Brasil, o Rosario tratou de selá-la com autoridade. Teve mais uma grande atuação em seu estádio, para delírio da fanática torcida, e contou com outro dia inspirado de seu artilheiro Marco Ruben, que marcou duas vez. Donatti marcou o terceiro e confirmou a classificação do time argentino para encarar o colombiano Atlético Nacional na próxima fase.

Com a eliminação, o Grêmio agora volta suas atenções para a estreia no Campeonato Brasileiro, dia 15, contra o Corinthians no Itaquerão. Os dois clubes, aliás, precisam "recolher os cacos" após eliminações decepcionantes nas oitavas de Libertadores. O Palmeiras já havia caído na fase de grupos, o que faz com o Brasil mantenha somente dois times na competição continental: São Paulo e Atlético-MG, que se enfrentam nas quartas.

O JOGO - O Grêmio começou tocando a bola e chegou a ir ao ataque uma vez com Ramiro, mas logo de cara levou um balde de água fria. Aos quatro minutos, Montoya puxou contra-ataque, arrancou sozinho no meio de campo e viu Marco Ruben. O atacante se colocou entre os dois zagueiros gremistas, nas costas de Fred, e recebeu ótimo lançamento para desviar com o pé direito e vencer Marcelo Grohe.

O gol relaxou o time argentino e, talvez por isso, o Grêmio encontrou espaços para se lançar ao ataque. Mesmo sem muita efetividade, passou a tocar a bola no campo de ataque e chegou com perigo aos 19 minutos, quando Ramiro recebeu de Giuliano e lançou de volta justamente para o meia, que cabeceou e exigiu ótima defesa de Sosa.

Mas o Grêmio errava demais na saída de bola, e o Rosario só não criava mais porque também falhava no último passe. Só que em uma destas saídas erradas do time brasileiro, Cervi aproveitou para mostrar habilidade, tentou fazer fila na entrada da área e foi calçado por Marcelo Hermes. Aos 23 minutos, Marco Ruben cobrou o pênalti com força no canto direito de Grohe, que não alcançou.

O Grêmio não se entregava, seguia com a posse de bola, mas não encontrava espaços para infiltrar na defesa, o que deixava o confronto extremamente confortável para o Rosario. Depois de muito insistir, o time gaúcho quase descontou aos 42. Walace deu ótima bola para Luan, que dividiu com a defesa. A sobra ficou com Marcelo Hermes, que bateu com perigo.

O Grêmio voltou para o segundo tempo com Pedro Rocha na vaga de Douglas e a esperança de que uma blitz ofensiva pudesse devolver a esperança da classificação. Mas quem começou dominando as ações e levando perigo foi o Rosario, que quase marcou aos 11, quando Fernández ficou com sobra na esquerda e bateu firme, rente à trave, com desvio. Só que na cobrança de escanteio, não teve jeito. Donatti subiu sozinho na marca do pênalti e tocou no canto esquerdo de Grohe para ampliar.

A decepção tomou conta do lado tricolor, o desespero resultou em algumas entradas mais fortes e Maicon foi amarelado por falta dura em Cervi. Com o adversário descontrolado, o Rosario aproveitou para pressionar. Chegou perto de transformar a vitória em goleada em duas oportunidades: em cruzamento da esquerda que Bobô quase tocou contra e em finalização de Marco Ruben dentro da área, por cima.

Aos 27 minutos, o centroavante do Rosario exagerou no preciosismo e perdeu grande chance. Herrera foi lançado em velocidade e dividiu com Marcelo Grohe. A sobra ficou com Ruben, que tinha o gol praticamente vazio, mas preferiu tentar devolver para Herrera e errou. Aos 32, o Grêmio perdeu ótima oportunidade para ao menos diminuir. Maicon tabelou com Bobô e finalizou de frente para Sosa, que fez grande defesa.

FICHA TÉCNICA:

ROSARIO CENTRAL 3 X 0 GRÊMIO

ROSARIO CENTRAL - Sebastián Sosa; Víctor Salazar, Alejandro Donatti, Esteban Burgos e Javier Pinola; Montoya (Pablo Álvarez), Damián Musto (Gil Romero), José Fernández e Franco Cervi; Germán Herrera e Marco Ruben (Lo Celso). Técnico: Eduardo Coudet.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Giuliano e Douglas (Pedro Rocha); Luan e Miller Bolaños (Bobô). Técnico: Roger Machado.

GOLS - Marco Ruben, aos quatro e aos 23 minutos do primeiro tempo. Donatti, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Enrique Cáceres (Fifa/Paraguai).

CARTÕES AMARELOS - Damián Musto (Rosario Central); Pedro Geromel, Maicon (Grêmio).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Gigante de Arroyito, em Rosário (ARG).