27°
Máx
13°
Min

Guarani confirma que Pintado deixa o clube para assumir cargo no São Paulo

Após muita especulação, o Guarani confirmou, na tarde desta quarta-feira, a saída do técnico Pintado após o jogo contra o Barretos, domingo, pela última rodada do Campeonato Paulista da Série A2. O treinador se apresentará no São Paulo na próxima segunda-feira.

Cobrado por torcedores e principalmente pela imprensa, o presidente Horley Senna concedeu entrevista coletiva e explicou a saída do treinador. Confirmou que independente da classificação do Guarani à próxima fase da A2, Pintado não permanecerá no Brinco de Ouro. A rescisão do contrato, que valia até o final do ano, será amigável.

Pintado foi procurado pela diretoria do São Paulo e levou a proposta ao Guarani. Disse que sempre sonhou em trabalhar no clube do Morumbi, onde atuou e ficou conhecido como jogador. Horley aceitou sua saída, para não prejudicar uma carreira que já está comprometida com os frequentes vexames no campeonato.

No São Paulo, o ex-volante deve assumir a função de atuar como um intermediário entre o elenco e a diretoria. No entender da cúpula do clube, o departamento de futebol carece de alguém com esse papel e com a capacidade de se comunicar com os jogadores. Pintado defendeu o time como jogador no começo da década de 1990, quando foi bicampeão mundial e da Libertadores em 1992 e 1993.

Nas últimas semanas a diretoria começou a implantar mudanças no departamento futebol, principalmente depois de chegar à conclusão que o rendimento do time estava abaixo do esperado. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, afastou do cargo de vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, que assumiu a diretoria de relações institucionais. No mesmo dia também deixou o clube o diretor de futebol Rubens Moreno. O substituto dele é Luiz Cunha, que ocupava cargo diretivo nas categorias de base.

Na quinta-feira passada o clube demitiu do departamento de futebol Milton Cruz, que estava há 22 anos no São Paulo. O ex-coordenador técnico e treinador interino estava afastado dos trabalhos com o elenco e da busca por reforços desde o começo do ano, quando foi transferido para começar a montar um departamento de análise e estatísticas.