22°
Máx
14°
Min

Hart salva e Inglaterra arranca empate com a Eslovênia nas Eliminatórias

A Inglaterra viajou à Eslovênia e pôde comemorar o empate por 0 a 0 nesta terça-feira, pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Nem tanto prelo resultado fora de casa, mas sim pela fraca atuação, que permitiu aos donos da casa dominarem. A derrota na segunda partida sob o comando do interino Gareth Southgate só não veio por causa do grande desempenho do goleiro Joe Hart.

Hart impediu mais um baque para uma seleção que vive momento complicado dentro e fora de campo, após a demissão do técnico Sam Allardyce por um escândalo de corrupção. Rooney foi barrado para a partida desta terça, o futebol inglês não melhorou, mas o país manteve a ponta do Grupo F, com sete pontos.

A segunda posição é da Lituânia, que bateu Malta por 2 a 0, em casa, e chegou a cinco pontos, mesmo número da própria Eslovênia. A Escócia parou nos quatro, após ser facilmente batida por 3 a 0 pela Eslováquia, que somou seus primeiros três pontos. Malta ainda não pontuou.

Na próxima rodada da chave, a Inglaterra recebe a Escócia no dia 11 de novembro, mesma data em que a Eslovênia viaja para encarar Malta e a Lituânia pega a Eslováquia fora de casa.

O JOGO - A Inglaterra parecia tomar conta da partida no início e chegou a assustar com Sturridge, mas logo a Eslovênia ganhou o controle do campo de ataque e cresceu. Aos nove minutos, Bezjak foi lançado e ficou de frente para Hart, que saiu bem para bloquear. Na sequência, Kurtic recebeu na entrada da área, cortou e bateu na trave.

Os visitantes ainda teriam um novo bom momento, com Walcott, mas o domínio era da Eslovênia, que só não criava mais por conta da forte marcação inglesa. Mas isso mudou no segundo tempo, quando os donos da casa melhoraram o toque de bola no ataque e passaram a pressionar.

Logo com um minuto, Cesar aproveitou escanteio da direita e desviou, mas Hart salvou. No lance seguinte, o goleiro fez um milagre. Novamente o escanteio da direita encontrou o jogador eslovaco, Kurtic, que desviou no ângulo esquerdo. Mas Hart voou e espalmou em cima da linha.

A Eslovênia seguiu em cima e quase marcou aos 13, com Ilisic, que bateu de fora da área rente à trave. Aos 24, Hart impediu o primeiro dos adversários mais uma vez. Ilicic aproveitou passe errado de Henderson, arrancou sozinho e parou no goleiro inglês.

Pressionado, Southgate lançou Rooney a campo, e a Inglaterra cresceu. Cahill e Sterling perderam oportunidades em sequência. Aos 33, foi a vez do próprio Rooney bater da entrada da área e assustar. Mas foi aos 36 que Lingard quase marcou, também de longe. Oblak voou para fazer linda defesa e salvar a Eslovênia.