20°
Máx
14°
Min

Ibrahimovic anuncia saída do PSG: 'Cheguei como rei, saio como lenda'

A liga francesa vai ficar sem o seu jogador mais carismático ao término da atual temporada, depois de Zlatan Ibrahimovic anunciar nesta sexta-feira que vai deixar o Paris Saint-Germain. O jogador sueco, cujo contrato expira no final da temporada, escreveu em seu perfil no Twitter que vai jogar sua última partida como mandante pelo PSG neste sábado, diante do Nantes, pela rodada final do Campeonato Francês.

"Meu último jogo amanhã no Parque dos Príncipes. Cheguei como um rei, saio como uma lenda", disse Ibrahimovic, se utilizando do seu marcante estilo arrogante para anunciar a sua saída do clube.

O jogo de sábado não será o último de Ibrahimovic com a camisa do PSG, pois é esperado que ele também atue na final da Copa da França, diante do Olympique de Marselha, no Stade de France, em 21 de maio.

Havia a expectativa de que Ibrahimovic ficasse por mais um ano no clube, mas o PSG explicou que o jogador e a diretoria decidiram não renovar o contrato. "Eles concordaram também que assim que o jogador encerrar a sua carreira, ele poderá voltar ao clube em uma função gerencial", disse o PSG em um comunicado.

Ibrahimovic joga uma das melhores temporadas de sua carreira. Embora ele tenha falhado novamente na tarefa de levar o PSG ao título da Liga dos Campeões, ele foi eleito, na semana passada, o melhor jogador do Campeonato Francês pela terceira vez em quatro temporadas. "Ibra contribuiu amplamente para transformar o Paris Saint-Germain em um dos os maiores clubes da Europa", disse o PSG.

Brilhando na maior parte da temporada, o atacante se tornou o maior artilheiro da história do PSG, que levou o quarto título consecutivo do Campeonato Francês. No início desta semana, ele ficou a um gol de igualar o recorde de Carlos Bianchi em uma temporada da liga francesa, depois de marcar o seu 36º em um empate por 1 a 1 com o Bordeaux. Ele é o primeiro jogador a marcar mais de 30 gols em uma temporada na primeira divisão da França desde que Bianchi fez 37 em 1977/1978.

"Estou muito orgulhoso dos últimos quatro anos", disse Ibrahimovic no comunicado divulgado pelo PSG. "Eu amei cada dia que passei aqui. O Paris Saint-Germain se tornou um clube de estrelas do mundo e eu tive um papel fundamental para fazê-lo avançar. Agora é o momento certo para eu tomar um caminho diferente".

Ibrahimovic, que já expressou o seu desejo de ter uma experiência na MLS, a principal liga de futebol dos Estados Unidos, ainda não anunciou para onde está indo. Depois de liderar a Suécia na Eurocopa, a partir de 10 de junho, na França, ele também poderia ir para a Inglaterra. Ibrahimovic, que jogou uma temporada no Barcelona, também já teve seu nome ligado ao Real Madrid, podendo estar interessado em trabalhar com o treinador Zinedine Zidane.

Em Paris, ele será lembrado por seus gols - 152 em 178 jogos - mas também por sua personalidade controversa. No ano passado, na maior polêmica em que se envolveu, Ibrahimovic acabou sendo suspenso por quatro partidas pela comissão disciplinar da liga francesa após criticar um árbitro e a França em geral.

Os comentários ofensivos de Ibrahimovic causaram revolta na França, com Marine Le Pen, líder da Frente Nacional, sugerindo que ele deveria deixar o país se não estava feliz e o ministro dos Esportes do país lhe pedindo para se desculpar.

Ibrahimovic chegou ao PSG em 2012, após o clube não conseguir levar o título nacional depois de investir mais de 100 milhões de euros (mais de R$ 390 milhões) em reforços. Seu impacto foi imediato e o time encerrou um jejum de 19 anos sem vencer o Campeonato Francês logo na sua primeira temporada.

Antes, Ibrahimovic chegou ao Milan por empréstimo junto ao Barcelona em 2010, sendo adquirido no ano seguinte. Ele também passou três temporadas na Inter de Milão e dois na Juventus, tendo sido bicampeão nacional pelo time de Turim - as conquistas foram posteriormente revogadas por causa do escândalo de manipulação de resultados na Itália.

Ibrahimovic também ganhou o Campeonato Holandês duas vezes com Ajax e o título espanhol com o Barcelona antes de levantar outro troféu italiano com o Milan. Agora, aos 34 anos, busca um novo rumo na sua carreira.