27°
Máx
13°
Min

Ibrahimovic minimiza passado do PSG: 'Nasceu quando os catarianos o compraram'

Ibrahimovic mais uma vez ganhou as manchetes da imprensa europeia nesta terça-feira com uma declaração polêmica. Conhecido por suas controversas, o temperamental atacante sueco voltou a fazer das suas ao responder sobre uma suposta pressão sobre o Paris Saint-Germain para se tornar um dos grandes do continente e conquistar a Liga dos Campeões. Ele minimizou e garantiu que o clube "só nasceu quando os catarianos o compraram".

"O projeto do PSG foi lançado três anos e meio atrás. Com todo respeito que tenho pelo passado, o clube nasceu no dia que os catarianos o compraram. Este é um novo projeto. Se você pegar o Chelsea, eles experimentaram a mesma evolução dez anos atrás e demoraram muito para levantar o troféu (da Liga dos Campeões). Este PSG de três anos e meio é excepcional", declarou.

Ibrahimovic usou o adversário do PSG nesta quarta, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, como exemplo. Ele lembrou que o Chelsea também foi adquirido em 2003 por Roman Abramovich, cresceu no cenário europeu, mas só foi campeão continental em 2012. Para o sueco, é justamente esta experiência que falta ao clube francês.

"Os catarianos fizeram um incrível investimento para montar uma equipe. Eu nunca havia visto isso. Por que não vamos além do título francês? É uma questão de experiência. Milagres não acontecem em 24 horas. Os donos montaram um time de um rascunho muito rápido. Precisamos dar tempo a eles. Os catarianos continuaram a investir e caçar este título e não vão desistir enquanto não tiverem sucesso", comentou.

Sobre o duelo desta quarta, em Londres, Ibrahimovic garantiu que o PSG entrará em campo da mesma forma que fez na primeira partida, quando dominou mas venceu apenas por 2 a 1. O sueco explicou que confia na classificação se os franceses mantiverem o nível de atuação.

"Nós não falamos sobre táticas ou como nos comportar em campo. Lideramos por 2 a 1, mas o jogo de quarta-feira será diferente. Se nós jogarmos como costumamos, vamos ter nossas chances. O técnico decidirá como vamos para o jogo e seguiremos suas instruções", cravou.