22°
Máx
16°
Min

Inter de Milão demite Roberto Mancini a duas semanas do início do Italiano

Foto: AFP - Inter de Milão demite Roberto Mancini antes da estreia no Italiano
Foto: AFP

A Inter de Milão já começou a promover grandes mudanças após a chegada da rede varejista chinesa Suning. Na manhã desta segunda-feira, em comunicado publicado em seu site oficial, o clube anunciou a demissão do técnico Roberto Mancini, quando faltam duas semanas para o início do Campeonato Italiano.

A decisão ocorre após a decepcionante campanha na temporada 2015/2016, quando a Inter de Milão terminou o Italiano em quarto lugar e se classificou apenas à Liga Europa, ficando de fora da Liga dos Campeões.

Ex-treinador de Manchester City e do Galatasaray, além de importantes clubes italianos, Mancini chegou em novembro de 2014 ao time. Sua saída ocorre em "comum acordo" entre técnico e clube, segundo o informe divulgado pela Inter de Milão.

"A Inter gostaria de agradecer Roberto pelo trabalho dedicado ao time desde novembro de 2014", afirmou a nota oficial. "Agradecemos Roberto pelo comprometimento demonstrado."

Em junho deste ano, a rede varejista chinesa Suning pagou 270 milhões de euros (cerca de R$ 960 milhões) por 70% das ações da Inter de Milão. O grupo tem a meta de recolocar a equipe não só como protagonista do futebol europeu, como também de fortalecer sua marca no mercado asiático.

O nome do substituto de Mancini ainda não foi definido pelo comando da Inter de Milão. O time vai estrear no Italiano no dia 21 de agosto, quando vai encarar o Chievo em Verona.