22°
Máx
17°
Min

Internacional vira, deixa zona do rebaixamento e afasta o Flamengo do título

Internacional deixa zona do rebaixamento e afasta o Flamengo do título

O Internacional passou por um teste de fogo para fugir da zona do rebaixamento. Após sair atrás no marcador e ver o estádio Beira-Rio se transformar em vaias contra o técnico Celso Roth, o time colorado virou sobre o Flamengo para 2 a 1, neste domingo, em Porto Alegre, para respirar longe dos quatro piores na 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após oito rodadas na zona de rebaixamento, o Internacional pulou para 36 pontos. Para se manter fora do grupo, terá nova decisão no próximo domingo, quando faz o clássico contra o Grêmio, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. Em rodada péssima, o Flamengo, segundo colocado, viu o Palmeiras abrir quatro pontos (64 a 60) na liderança e tenta se recuperar, no mesmo dia, contra o Corinthians, na sua estreia na temporada no estádio do Maracanã, no Rio.

Para tentar assumir a liderança, o Flamengo foi quem ditou o ritmo do primeiro tempo. Com Diego livre pelo lado esquerdo, o time rubro-negro teve a primeira tentativa, com o meia, em boa defesa de Danilo Fernandes. Em um dos poucos momentos ofensivos, o clube colorado respondeu, aos 10, com Vitinho. O atacante aproveitou cobrança de lateral de Ceará e viu Alex Muralha salvar os cariocas.

Como tem sido praxe nos últimos jogos, Celso Roth colocou o time gaúcho na defensiva, em busca de um contra-ataque. O problema é que as laterais estavam desprotegidas. Aos 20 minutos, Gabriel cruzou para Guerrero, que quase fez 1 a 0. A bola foi para fora. O susto fez o treinador pedir uma marcação mais forte em Diego, algo que funcionou nos primeiros 45 minutos.

Pressionado pela vitória para fugir da zona do rebaixamento, o Internacional voltou mais ofensivo no segundo tempo. Porém, quase sofreu um gol logo no início com Guerrero. A resposta veio na sequência, em chute para fora de Seijas. Aos 11 minutos, o gol rubro-negro. Diego levantou na área e o zagueiro Réver, ex-Internacional, cabeceou forte para fazer 1 a 0.

O gol fez Celso Roth agir com a saída de Seijas para a entrada de Valdivia. Revoltada, a torcida não perdoou e vaiou o treinador. Porém, a mudança surtiu efeito. Aos 20 minutos, após falha da defesa carioca, Eduardo Sasha chutou forte e fez bonito gol: 1 a 1.

Com a igualdade, o Internacional voltou a recuar para explorar o contra-ataque. Aos 25 minutos, quase conseguiu a virada com Vitinho. O atacante era o responsável por todas as boas jogadas do time e voltou a assustar Alex Muralha, aos 27. O Flamengo sentiu o gol e não mais incomodou Danilo Fernandes.

Aos 35 minutos, a virada. Valdivia chutou na entrada da área e Alex Muralha deu rebote nos pés de Vitinho, que completou para o gol: 2 a 1. Desesperado pelo gol, o Flamengo foi todo ataque nos últimos minutos. Guerrero, em chute de fora da área, quase empatou.

Mas, inspirado, Vitinho voltou a criar novo perigo e quase ampliou a vantagem. Com um forte bloqueio e com o atacante em grande tarde, o Internacional garantiu a importante vitória que o tirou da zona do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 x 1 FLAMENGO

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo (Fabinho), Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Eduardo Sasha), Alex e Seijas (Valdivia); Vitinho. Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO - Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo (Emerson), Willian Arão e Diego; Éverton (Fernandinho), Gabriel (Alan Patrick) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Réver, aos 11, Eduardo Sasha, aos 20, e Vitinho, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Vitinho, Alex e Paulão (Internacional); Guerrero (Flamengo).

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).

RENDA - R$ 640.755,00.

PÚBLICO - 31.981 pagantes (35.510 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).