21°
Máx
17°
Min

Irritado, Dunga promete exibir mensagem e trazer 'verdade' sobre Marcelo e Zidane

Pelo jeito, o lateral-esquerdo Marcelo terá que se desdobrar para conseguir recuperar o voto de confiança do técnico Dunga e voltar a ser convocado para a seleção brasileira. O treinador disse não ter convocado o jogador do Real Madrid por causa de uma lesão no ombro direito, informação negada pelo jogador e também por seu técnico, Zidane. Nesta quinta-feira, o comandante da seleção nacional não escondeu sua irritação por ser desmentido publicamente.

"Esse não é o momento. Vocês me conhecem bem. Tenho muitos defeitos, muitas virtudes e uma das virtudes que tenho é a clareza. Depois de passar os jogos, o doutor vai mostrar o Whatsapp que trocou e vocês terão toda a verdade", prometeu o treinador. Dias depois, o próprio Marcelo falou que não tinha qualquer problema.

O técnico Zidane deu entrevista na Espanha, onde negou que tivesse sido procurado por alguém da CBF e que Marcelo estava muito bem para jogar normalmente. "Marcelo estava pronto para jogar e está pronto. Quem convoca ou não o Marcelo é o treinador da seleção, mas o que posso dizer é que o Marcelo está pronto", disse, logo após a convocação, no início do mês.

Quem não tem contestação alguma de que realmente está machucado é o volante Elias, do Corinthians, que sequer pôde ser convocado para os jogos contra Uruguai, nesta sexta-feira, em Recife, e contra o Paraguai, terça, em Assunção, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018. Em seu lugar, Dunga confirmou Fernandinho na equipe e disse ver qualidades no jogador para fazer a função, embora tenha características um pouco mais defensivas.

"Cada jogador tem sua característica e a gente tem que respeitar. Em alguns momentos, o Fernandinho tem atuado dessa forma no Manchester City e tem sido o homem surpresa no ataque", explicou o treinador, que comandou um treino sem a presença da imprensa na Arena Pernambucano.

Desta forma, o Brasil deve ir a campo nesta sexta-feira com a seguinte formação titular: Alisson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luis; Luiz Gustavo, Fernandinho, Renato Augusto, Douglas Costa e Willian; Neymar.