23°
Máx
12°
Min

Itália corta Jorginho e define 23 para a Eurocopa com dois 'brasileiros'

O técnico Antonio Conte definiu nesta terça-feira a lista de 23 jogadores que representarão a Itália na Eurocopa deste ano, na França. Com muitos desfalques, principalmente no meio de campo, o país vai para a competição continental com dois atletas nascidos no Brasil.

O volante Thiago Motta, do Paris Saint-Germain, e o atacante Eder, da Inter de Milão, vestirão a camisa da Itália na Eurocopa. Outro jogador nascido no Brasil, o meio-campista Jorginho, do Napoli, foi chamado na pré-convocação de 30 nomes, mas acabou cortado por Conte.

Thiago Motta chegou a ser uma preocupação para a competição, graças a uma lesão, mas foi reavaliado, mostrou boa recuperação, e foi confirmado. Ao contrário de Ricardo Montolivo, do Milan, que também se apresentou contundido, mas não evoluiu bem e acabou cortado, assim como já havia acontecido na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, quando foi vetado por lesão muscular.

Montolivo se transformou no terceiro desfalque no meio de campo da Itália. Ele se juntou a Marco Verratti, do Paris Saint-Germain, e Claudio Marchisio, da Juventus, que foram submetidos a cirurgias recentemente e, por isso, ficaram de fora da lista de Conte.

Melhor para o experiente Daniele De Rossi, da Roma. O jogador de 32 anos ganhou espaço com as lesões e foi convocado mesmo tendo passado parte da última temporada no banco de seu clube.

A Itália está no Grupo E da Eurocopa, considerado o mais difícil da competição, ao lado de Suécia, Irlanda e Bélgica. A estreia acontecerá no dia 13 de junho, uma segunda-feira, diante dos belgas, em Lyon.

Confira a convocação da seleção italiana para a Eurocopa:

Goleiros: Gianluigi Buffon (Juventus), Federico Marchetti (Lazio), Salvatore Sirigu (Paris Saint-Germain).

Defensores: Andrea Barzagli (Juventus), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Angelo Obinze Ogbonna (West Ham), Matteo Darmian (Manchester United), Mattia De Sciglio (Milan).

Meio-campistas: Daniele De Rossi (Roma), Alessandro Florenzi (Roma), Emanuele Giaccherini (Bologna), Thiago Motta (Paris Saint-Germain), Marco Parolo (Lazio), Stefano Sturaro (Juventus), Federico Bernardeschi (Fiorentina), Antonio Candreva (Lazio), Stephan El Shaarawy (Roma).

Atacantes: Eder (Inter de Milão), Ciro Immobile (Torino), Lorenzo Insigne (Napoli), Graziano Pellè (Southampton), Simone Zaza (Juventus).