26°
Máx
19°
Min

Japoneses escolhem o Londrina para fazer intercâmbio de futebol

(foto: Divulgação) - Japoneses escolhem o Londrina para fazer intercâmbio de futebol
(foto: Divulgação)

Sete estudantes da Provincia de Saitama no Japão chegaram ao Brasil na última segunda-feira (25) para um período de 15 dias no país para conhecerem mais sobre o futebol brasileiro. O time escolhido por eles foi o Londrina Esporte Clube. Os japoneses estão alojados no estádio Vitorino Gonçalves Dias,local onde também estão instalados os atletas do sub-17 alviceleste. Todos os intercambistas têm 16 anos.

De acordo com o empresário Sérgio Onishi, um dos responsáveis para que o intercâmbio no LEC fosse possível, contou que a oportunidade é uma experiência para a vida toda. "Todos os meninos têm o sonho de se tornar jogador de futebol. O intercâmbio tem como objetivo primorar aquilo que eles já sabem e torná-los mais competitivos em seus locais de treinamento e jogos.É uma experiência para a vida toda", contou Sérgio Onishi.

Sérgio explicou que dentro das escolas que estudam, os intercambistas contam com um departamento de futebol e que as categorias de base do Japão contam com uma organização que contribui para o crescimento da modalidade no país. O coordenador de base do Londrina Esporte Clube, Adalberto de Jesus, informou que receber os estudantes japoneses no VGD é uma forma de aprendizado para o clube. "Nós aqui também aprendemos e também é uma forma de expansão da marca do LEC fora do Brasil", alegou.

Questionado sobre uma possível dificuldade dos estudantes com o português - um intérprete acompanha a delegação junto com um treinador e um fotógrafo - Adalberto finalizou dizendo. "O idioma do mundo da bola é universal. Basta direcionar e mostrar que eles aprendem", afirmou.

Expectativa

Kaneko Ryusuke está pela primeira vez no Brasil e contou o que já percebeu nos primeiros dias por aqui. "Estou impressionado com a estrutura do clube e o carinho das pessoas que nos receberam. Quero aproveitar o máximo esta experiência", disse. Kaneko, que joga como atacante- ressaltou a principal característica do futebol no Brasil. "Admiro o espírito de equipe e a vontade de vencer dos brasileiros", revelou.

Treinando uma média de quatro vezes por semana e durante três horas diárias, o zagueiro Kode Shun contou um pouco das primeiras percepções sobre o Brasil e seus colegas de alojamento. "Fiquei um pouco assustado com o porte físico e altura dos jogadores brasileiros. Mas estou empolgado para aproveitar o máximo minha estadia e poder aplicar estes ensinamentos no Japão", falou.

Os estudantes japoneses terão durante os dias no Brasil uma rotina intensa de jogos e treinamentos. Nesta semana, participarão de quatro jogos com equipes locais e realizarão dois treinamentos diários, folgando no domingo. Na próxima semana, mais três confrontos já estão confirmados.

(com assessoria de imprensa)