22°
Máx
16°
Min

Juan admite falta de equilíbrio, mas minimiza pressão: 'No Flamengo é assim'

(Foto: Divulgação/Flamengo) - Juan admite falta de equilíbrio, mas minimiza pressão: 'No Flamengo é assim'
(Foto: Divulgação/Flamengo)

Eliminado da Copa do Brasil no meio de semana diante do Fortaleza, o Flamengo se afundou na crise. Sem conseguir encontrar seu melhor futebol na temporada até o momento, o time se apega a seus líderes para tentar evoluir. Por isso, nesta sexta-feira foi o experiente zagueiro Juan quem deu entrevista coletiva, e admitiu os problemas da equipe.

"Isso é um problema que ocorre com qualquer equipe que não consegue as vitórias. Não é algo fácil ter um time equilibrado. Demora um pouco até encontrarmos os resultados. Só insistindo é que você consegue formar um time vencedor. Precisamos manter as coisas certas e encontrar maneiras de mudar as erradas. Não falo de setor, falo de time. O time precisa de equilíbrio como um todo", declarou.

O fato é que o momento no Flamengo é de pressão. As fracas campanhas no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil resultaram até em pichações nos muros da Gávea na noite da última quinta. Para piorar, o comandante da equipe, o técnico Muricy Ramalho, está afastado por problemas de saúde. Em meio ao caos, somente alguém experiente como Juan, de 37 anos, para botar panos quentes.

"Aqui no Flamengo é assim, quando as coisas estão boas, estão muito boas, mas quando estão ruins, estão muito ruins. O time está alternando muito. Fazemos bons jogos, conseguimos os resultados, e em outros jogamos mal. Estamos trabalhando para conseguirmos ser mais constantes nos jogos e colocar todo nosso potencial em campo", comentou.

Em meio a um momento tão difícil, o Flamengo terá pela frente neste fim de semana o Grêmio em Porto Alegre. Assim como o time rubro-negro, o adversário entrará em campo precisando da vitória para minimizar a pressão após um primeiro semestre ruim, e Juan sabe o quão difícil será a partida de domingo.

"É um jogo muito difícil, ainda mais na casa deles. É um time de muito toque de bola, com jogadores leves na frente e muita movimentação. O jogo será no sul, nessa época do ano o clima é frio, com a torcida em cima na Arena. Temos que aproveitar as chances que criarmos. É cedo para falar em favoritismo deles, mas sem dúvida é um jogo historicamente difícil. É um concorrente direto às vaga na Libertadores e ao campeonato", avaliou.