22°
Máx
16°
Min

Kleber comenta sobre preparação para a final do Paranaense

(Foto: Robson de Lazzari / Rede Massa) - Kleber comenta sobre preparação para a final do Paranaense
(Foto: Robson de Lazzari / Rede Massa)

O primeiro jogo da final do Campeonato Paranaense, entre Atlético e Coritiba, acontece neste domingo (1º), na Arena da Baixada. Nesta terça-feira (26), o artilheiro do campeonato e atacante do Coxa, Kleber Gladiador, falou em entrevista coletiva sobre o momento do clube, a preparação para o confronto e as expectativas de mais um Atletiba na final do estadual.

Com elogios à pré-temporada feita pela equipe alviverde, Gladiador exaltou a importância da união da equipe para chegar a esse resultado. “Seria mais um título no currículo. É um campeonato que eu participo pela primeira vez, e sendo artilheiro, seria muito significativo para mim, pelo que passei em outros clubes e pelo que nós passamos ano passado”, relembrou.

O atacante também relembrou a má-fase do Coritiba em 2015, quando o time precisou lutar para não ser rebaixado no Campeonato Brasileiro. O atacante ressaltou que é necessário “manter a tranquilidade e a calma para os dois jogos, pois a equipe precisa estar mais atenta aos detalhes, minimizando os erros".

A preparação Coxa-branca tem sido forte, de acordo com o jogador. O time está sempre de olho em todas as equipes que vão enfrentar, o que não é diferente com o Furacão. “É do que a gente vem fazendo para mais. Melhorar, estudar, prestar mais atenção, acertar o que erramos e ir para essa final com um time bem alinhado”.

Quando perguntado sobre a má-fase do atacante atleticano Walter, Kleber disse estar torcendo para que as coisas se acertem e a bola passe a entrar, mas brincou. “A gente torce, pois sabe a qualidade que tem, a pessoa que é, mas a gente torce para que faça depois, que não seja nesse momento, pois a gente precisa conquistar esse título aí”.

As farpas trocadas e as “brincadeiras” feitas nas redes sociais após o último Atletiba, que teve o Coritiba como vencedor, apenas atrapalham, no ponto de vista de Kleber. Ele reconheceu já ter feito muita provocação, mas se diz arrependido, pois isso apenas infla a torcida e prejudica a todos. “Acho que muito torcedor não acreditou que o Coritiba poderia jogar o que está jogando”, encerrou.

Colaboração Louise Fiala Schmitt e Robson de Lazzari / Rede Massa