22°
Máx
14°
Min

Lateral do PSG, Aurier é condenado a 2 meses de prisão por agressão a policial

Um tribunal francês condenou o lateral-direito Serge Aurier, do Paris Saint-Germain, a dois meses de prisão, nesta segunda-feira, após o jogador marfinense se envolver em uma confusão com um policial em maio passado, logo depois de sair de uma boate na capital francesa.

O jogador de 23 anos, que acumula 25 partidas disputadas pela seleção da Costa do Marfim e participou da Copa do Mundo de 2014, foi acusado pela polícia de ter reagido com violência a uma abordagem de um agente enquanto estava dentro de um carro. Ele teria se recusado a parar o veículo na saída do local e, por isso, depois foi obrigado a deixar o mesmo, quando fez ameaças ao policial e depois teria agredido o mesmo.

De acordo com a acusação, Aurier teria acertado um agente de forma violenta com o seu cotovelo, deixando o policial afastado do trabalho por um dia por causa do problema. O atleta, porém, negou a agressão e apenas reconheceu que discutiu com a autoridade.

O lateral ainda foi condenado nesta segunda-feira a pagar uma multa de 600 euros e mais 1.500 extras para bancar custos do tribunal pelo processo movido contra ele. Pouco depois da pena aplicada ao jogador, porém, o PSG divulgou um comunicado no qual confirmou que o advogado do atleta já entrou com recurso contra a sentença e enfatizou que, enquanto o apelo contra a pena não for julgado, Aurier poderá ficar fora da prisão e continuar defendendo normalmente o clube.

Assim, ele poderia ficar à disposição para a partida contra o Ludogorets, quarta-feira, pela Liga dos Campeões, na Bulgária. "O clube tomou nota de sua condenação. Foi pedido um recurso na saída da audiência por um advogado do jogador. Assim, e de acordo com as regras do procedimento penal, Serge Aurier se beneficia novamente da presunção da inocência enquanto se aguarda a decisão da Corte de Apelações. Enquanto se aguarda esta decisão, o jogador está autorizado a prosseguir o exercício de sua profissão na França e no exterior", informou o PSG no comunicado divulgado em seu site oficial nesta segunda.

GAROTO-PROBLEMA - Esta, por sinal, não foi a primeira polêmica envolvendo Aurier no PSG. Em fevereiro passado, ele chegou a ser suspenso pelo clube após ofender colegas de equipe e o ex-técnico da equipe Laurent Blanc durante um bate-papo online com torcedores.

Naquela ocasião, foi relegado a treinar com o elenco B do time até o dia 20 de março depois de ter polemizado ao participar desta conversa na qual, acompanhado por um amigo, respondia perguntas dos internautas. Ao falar de Blanc, disse que o treinador é "uma bicha" e que "pega nos testículos" de Ibrahimovic (hoje jogador do Manchester United) e de todas as estrelas do time. Já o argentino Di Maria foi chamado de "marionete" por Aurier, que para completar ainda questionou a liderança de Ibrahimovic.