23°
Máx
12°
Min

Leicester empata com United e torce contra Tottenham para garantir título

Não foi neste domingo que o Leicester City realizou o sonho do primeiro título inglês. Precisando de uma vitória para assegurar a conquista por antecipação, o time comandado pelo técnico Claudio Ranieri empatou com o Manchester United por 1 a 1, em jogo intenso, no Old Trafford. Apesar do tropeço, o Leicester ainda pode buscar o troféu nesta rodada.

Para tanto, terá que torcer contra o Tottenham nesta segunda-feira. O vice-líder da tabela vai fazer um clássico londrino contra o Chelsea no Stamford Bridge e precisa vencer para seguir na briga pelo título. Um empate já garante a conquista do Leicester, que agora tem 77 pontos. O Tottenham tem 69.

Se o rival somar mais três pontos, o Leicester assegura o título com uma vitória na próxima rodada, a penúltima do Campeonato Inglês. No sábado, o líder da tabela vai enfrentar o Everton, diante de seus torcedores. Na rodada final, o adversário será o Chelsea, fora de casa.

Empurrado pela torcida, o Manchester United desprezou toda a expectativa criada sobre o possível título do Leicester e foi para cima do rival nos primeiros minutos. E logo aos sete minutos a torcida dos visitantes e seus novos fãs lamentaram o gol marcado por Martial. O francês completou cruzamento de Valencia e venceu o goleiro Schmeichel.

Mas o gol não intimidou o destemido Leicester, que jogava sem o atacante Jamie Vardy, suspenso. Em um quase lotado Old Trafford, pintado de vermelho, o time de azul foi para o ataque e reequilibrou a partida rapidamente. Após duas boas chances no ataque, o time visitante buscou o empate aos 16 minutos. Drinkwater cobrou falta na área e o zagueiro e capitão Morgan escorou para as redes.

A partir daí, o duelo se tornou franco e a partida ganhou em movimentação, com boas chances de gol para os dois lados. Aos 39, Mahrez e Rojo dividiram dentro da área e o primeiro caiu. Os jogadores do Leicester pediram pênalti, mas a arbitragem mandou o lance seguir.

Na segunda etapa, o goleiro De Gea precisou trabalhar para segurar o ímpeto do líder do campeonato. Okazaki e Ulloa eram quem mais levava perigo ao gol do Manchester United. Pelo time da casa, Martial preocupava a defesa visitante. Insatisfeito com a falta de ação do ataque do Manchester, o técnico Louis Van Gaal colocou Juan Mata em campo, no lugar de Lingard. Em seguida, trocou Rashford por Depay.

As mudanças deixaram o time da casa mais ofensivo. Nos 15 minutos finais, o Manchester impôs pressão e esteve mais perto do segundo gol. A situação do Leicester quase se complicou aos 41, quando Drinkwater fez falta sobre Depay e foi expulso de campo.

Para sorte da torcida visitante, o árbitro anotou falta fora da área, embora Depay tenha sido derrubado quando já estava na área. Nos instantes finais, Schmeichel salvou o Leicester com duas grandes defesas, garantindo o empate.

Com a igualdade, o Manchester United alcançou os 60 pontos e se manteve no quinto lugar da tabela, a quatro pontos do Manchester City, quarto colocado. O United sonha com esta posição por dar vaga na fase preliminar da próxima edição da Liga dos Campeões. O City ainda vai jogar neste domingo, contra o Southampton, fora de casa.