21°
Máx
17°
Min

Leilão de relíquias de Pelé arrecada mais de R$ 17 milhões em Londres

(Foto: Divulgação)  - Leilão de relíquias de Pelé arrecada mais de R$ 17 milhões em Londres
(Foto: Divulgação)

Chegou ao fim nesta quinta-feira o leilão de mais de 2 mil itens da vida e da carreira de Pelé. O Rei do Futebol colocou à venda boa parte da sua história e arrecadou cerca de 3,6 milhões de libras esterlinas (mais de R$ 17 milhões). O balanço foi divulgado pela rede britânica BBC.

O leilão, que começou na terça-feira, colocou à venda peças como uma réplica do Troféu Jules Rimet, que foi entregue ao Brasil depois da conquista do Tri, em 1970, no México, mas acabou sendo roubado e derretido. A peça produzida especialmente para Pelé pela Fifa foi arrematada por US$ 573 mil (R$ 1,94 milhão).

De acordo com a Julien's Auctions, casa de leilões que conseguiu vender todos os itens da coleção, a segunda peça mais cara foi a medalha da Copa do Mundo de 1970, vendida nesta quinta-feira por US$ 500 mil (R$ 1,7 milhão). A medalha de 1958 custou US$ 290 mil ao comprador, enquanto que a de 1962 saiu por US$ 199 mil. Nesta quinta-feira também foi leiloada a bola do Gol 1.000, vendida por US$ 235 mil.

De acordo com Pelé, a decisão de vender suas relíquias foi tomada para "permitir a torcedores e colecionadores serem donos de um pedaço da minha história". Parte dos itens históricos do Rei do Futebol havia sido doada à cidade de Santos, onde há um museu sobre Pelé.