22°
Máx
16°
Min

Lenda do futebol italiano, Cesare Maldini morre aos 84 anos

Uma das maiores lendas do Milan, Cesare Maldini morreu aos 84 anos, neste domingo. O ex-zagueiro atuou no tradicional clube italiano como jogador e treinador. Sob sua liderança em campo, o time faturou seu primeiro título europeu, em 1963, ao vencer na final o Benfica de Eusébio. A causa da morte não foi anunciada.

"Foi um homem destinado a grandes conquistas no Milan", afirmou o clube, em comunicado oficial. "Um grande homem nos deixou hoje, uma verdadeira lenda do futebol italiano. Ele fez história, primeiro como jogador, depois como treinador", disse o presidente da Federação Italiana de Futebol, Carlo Tavecchio. "Ele foi o primeiro italiano da história a levantar um troféu europeu".

Como capitão do Milan, no qual estreou em 1954, Maldini conquistou ainda quatro títulos italianos. Foram ao todo 412 partidas com a camisa do time italiano. Pela seleção, também foi capitão e disputou 14 jogos, incluindo duelos da Copa do Mundo de 1962. Ele se aposentou dos gramados em 1966 e voltou ao Milan como treinador seis anos depois.

Como treinador, levou a equipe a outro título europeu, em 1972-1973, mesma temporada em que conquistou a Copa da Itália. Pela seleção, não teve maior destaque como técnico, entre 1996 e 1998 - comandou a equipe na Copa do Mundo da França.

"Ele contribuiu para o desenvolvimento da seleção também como treinador, sempre exercendo sua função com exemplar profissionalismo. Ele incorporou como poucos a essência do futebol nacional nesta função", declarou Tavecchio.

O filho mais conhecido de Cesare, Paolo Maldini seguiu seus passos no Milan e na seleção. Pelo clube, ganhou duas edições da Liga dos Campeões e foi finalista da Copa do Mundo de 1994, quando foi derrotado pela seleção brasileira, nos Estados Unidos.