24°
Máx
17°
Min

Lesionado, Messi segue sem treinar e preocupa a Argentina para estreia

(Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil) - Lesionado, Messi segue sem treinar e preocupa a Argentina para estreia
(Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

A lesão sofrida por Lionel Messi no amistoso diante de Honduras, na última sexta-feira, preocupa a Argentina para a estreia na Copa América Centenário. O craque segue sem trabalhar em campo desde então e a cada dia de afastamento, aumentam as dúvidas sobre sua participação no confronto diante do Chile no próximo dia 6, em Santa Clara, nos Estados Unidos.

Messi continua sem poder realizar esforço físico por conta da forte pancada na região lombar que sofreu na vitória por 1 a 0 sobre Honduras. Nesta segunda-feira, a Associação do Futebol Argentino (AFA) divulgou uma atualização sobre seu estado, disse que o craque sente menos dores, mas informou que ele segue afastado das atividades.

"Lionel Messi se recupera do trama sofrido, diminuindo diariamente a intensidade da dor e as limitações nos movimentos corporais iniciais que apresentou. No mais, se encontra com maior conforto nas atividades básicas cotidianas, sem realizar esforços. Continua com tratamento específico analgésico e anti-inflamatório e repouso esportivo", comentou.

As informações divulgadas pela AFA não dão conta da previsão de afastamento, mas na Argentina especula-se que Messi pode ser desfalque diante do Chile. Os compromissos seguintes do país na primeira fase da Copa América Centenário serão diante do Panamá, dia 10, e da Bolívia, dia 14.

Sem condições de treinar, o craque viajou para Rosario antes de se juntar ao elenco nos Estados Unidos. A delegação argentina, aliás, desembarcou no último domingo em Santa Clara e realizou nesta segunda-feira seu primeiro treino em solo norte-americano. Além de Messi, Augusto Fernández e Matías Kranevitter, que estiveram na decisão da Liga dos Campeões com o Atlético de Madrid, ainda não se apresentaram à seleção.