24°
Máx
17°
Min

Líder, Palmeiras quebra jejum de 19 anos e vence Inter na estreia de Falcão

O Palmeiras do técnico Cuca vai, aos poucos, quebrando alguns tabus que incomodavam a torcida. De quebra, o time mantém a liderança do Campeonato Brasileiro com consistência e com um bom futebol - a equipe foi a grande vencedora da rodada. Neste domingo, em Porto Alegre, a vitória foi em cima do Internacional por 1 a 0, onde não conquistava um resultado positivo desde 1997. Com 32 pontos, se mantém firme na primeira posição da tabela.

"Fazia tempo que o Palmeiras não ganhava aqui. Mas fazia tempo também que não vencia o Sport na Ilha do Retiro, que não ganhava do Corinthians no Pacaembu (venceu pelo Campeonato Paulista). Mas o mais importante é que vencemos o jogo. Perdemos alguns gols, eu sei, mas criamos chances. Estou feliz", disse o técnico Cuca na saída do gramado.

O Internacional vinha de seis jogos sem vitórias - cinco derrotas e um empate - e precisava de um resultado positivo na estreia do técnico Paulo Roberto Falcão. Para isso, a diretoria fez promoção de ingressos e contou com boa presença de seu torcedor no Beira-Rio. Mas foi o Palmeiras quem dominou as ações do começo ao fim da primeira etapa.

No jogo que marcou a despedida temporária de Fernando Prass e Gabriel Jesus - eles se apresentam nesta segunda-feira em Teresópolis para a preparação da seleção brasileira que vai brigar pela medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, coube ao atacante a primeira chance do jogo. Logo aos dois minutos, ele recebeu ótimo lançamento de Cleiton Xavier, saiu de frente para o gol e tocou por cobertura, mas a bola saiu à direita de Marcelo Lomba.

Aos 10, porém, o atacante Erik não vacilou - Cleiton Xavier levantou na área mais uma vez, Gabriel Jesus desviou, a zaga do Internacional dormiu no ponto e o atacante que veio do Goiás deu um carrinho para marcar o gol da vitória.

Cuca pedia para o Palmeiras tocar a bola com calma para criar as chances de gol e foi isso que o time fez. De passe em passe, Jean cruzou rasteiro para Gabriel Jesus escorar rente à trave, aos 25. E no final da primeira etapa, aos 46, ótima trama ofensiva entre Jesus e Róger Guedes, que recebeu pela esquerda na área, mas bateu fraco para a defesa de Marcelo Lomba. Nos primeiros 45 minutos, o goleiro Fernando Prass foi quase um espectador.

No segundo tempo, Falcão voltou com o criativo meia Valdívia - ele não jogava havia oito meses por conta de uma lesão. O Inter tentou colocar pressão no Palmeiras, mas o time se defendeu muito bem.

Sem conseguir entrar na área, o Inter passou a levantar bolas na área, mas Edu Dracena e Vitor Hugo, muito bem posicionados, não deram chances aos atacantes da equipe. O Palmeiras ficou com os contra-ataques, mas não conseguiu encaixar nenhum de forma correta. Mas nem precisou para garantir sua décima vitória no Brasileirão.

Assim, o Palmeiras chegou aos 32 pontos e agora voltará a jogar no próximo domingo, quando receberá o Atlético Mineiro, no Allianz Parque, às 11 horas, no mesmo dia e horário em que o Internacional vai visitar a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Com 20 pontos, a equipe gaúcha ocupa apenas o décimo lugar no Brasiçeirão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 1 PALMEIRAS

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; William, Paulão, Ernando e Raphinha; Fernando Bob (Ariel), Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Anderson) e Andrigo (Valdívia); Eduardo Sasha e Vitinho. Técnico: Paulo Roberto Falcão

PALMEIRAS - Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê e Cleiton Xavier (Dudu); Róger Guedes (Leandro Pereira), Erik (Rafael Marques) e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca

GOL - Erik, aos dez minutos do primeiro tempo

ÁRBITRO - Andre Luiz de Freitas Castro (GO)

CARTÕES AMARELOS - Raphinha, Paulão, Ariel e William (Inter); Gabriel Jesus e Thiago Santos (Palmeiras).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).