24°
Máx
17°
Min

Londrina 'derrete' no segundo tempo e empata com Atlético no VGD

 Londrina e Atlético Paranaense empataram em 1 a 1 na tarde deste domingo (6) no estádio Vitorino Gonçalves Dias, em partida válida pela oitava rodada do Estadual. O resultado põe fim à gangorra do Tubarão no campeonato, depois de quatro rodadas alterando vitórias e derrotas. O alviceleste está na oitava posição, limite da zona de classificação, com oito pontos.

Já o Furacão, comandado na partida pelo técnico interino Bruno Pivetti, fica na terceira posição, com 13 pontos. O Furacão chegou ao quinto jogo seguido sem vencer.

O confronto no VGD foi disputado sob forte calor, com os termômetros ficando acima dos 31 graus até os minutos finais e obrigando o árbitro a realizar parada técnica no primeiro tempo para reidratação.

Os 45 minutos iniciais valeram o ingresso dos mais de 4 mil torcedores que foram ao VGD. Com Netinho no time titular no lugar de Rafael Gava, o Tubarão adotou postura bem ofensiva, procurando o gol desde o primeiro minuto, quando o meia encontrou Bruno Batata dentro da área, mas a zaga do Furacão travou a finalização.

O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior marcava poucas faltas, deixando o jogo correr e colaborando para o bom ritmo da partida.

O Londrina quase abriu o placar aos 26 minutos, quando Netinho cobrou falta da esquerda e Silvio cabeceou no travessão. No rebote, Germano e Bruno Batata ainda tiveram chance de bater no gol, mas se atrapalharam com a bola.

Seis minutos depois, o Tubarão abriu vantagem com um belo gol. Bidia recebeu lançamento na entrada da área, matou no peito, e bateu cruzado de primeira, superando o goleiro Weverton. Mesmo à frente do placar, o alviceleste continuou comandando as ações até o fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, no entanto, o Atlético mostrou a que veio. Nos seis minutos iniciais, o ataque do Furacão obrigou o goleiro Marcelo Rangel a fazer três defesas difíceis. Aos dois minutos, Vinicius recebeu livre dentro da área e ficou na cara do goleiro do Tubarão, que saiu bem e segurou a finalização do atacante rubro-negro.

O Londrina parece ter sentido o calor e, fisicamente, estava em desvantagem em relação ao adversário, que marcava mais intensamente e saia em velocidade para o ataque. Para tentar mudar o panorama, Cláudio Tencati sacou Paulinho e promoveu a estreia do atacante Yaya Banhoro, de Burkina Faso. Apesar da empolgação da torcida, o jogador pouco produziu em campo.

O Furacão conseguiu o empate em lance de bola parada. Aos 13 minutos, Vinicius cobrou falta com perfeição sobre a barreira. Depois do empate, o Atlético parecia se sentir em casa e comandou a partida, criando as principais chances de gol, com Marcos Guilherme aos 28, batendo cruzado rente à trave de Marcelo Rangel, e com Ewandro aos 41. O atacante recebeu na direita, cortou a defesa e bateu forte. Silvio salvou a bola, que tinha endereço certo, e garantiu o 1 a 1 no placar final.

Próximos jogos


O Londrina joga fora de casa na próxima rodada. No sábado (12), o Tubarão vai a Ponta Grossa enfrentar o lanterna Operário no estádio Germano Krüger. Antes, no entanto, tem outra decisão na terça-feira (8), quando será julgado no pleno do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) o ‘Caso Germano’, que resultou na perda de seis pontos na tabela de classificação por conta da escalação irregular do jogador.

Já o Furacão recebe o PSTC, também no próximo sábado, às 18h30 na Arena da Baixada.