22°
Máx
14°
Min

Londrina goleia o Jotinha por 4 a 0 e aguarda STJD para ser líder

(foto: Larissa Fernandes/Rede Massa) - Londrina goleia o Jotinha por 4 a 0 e aguarda STJD para ser líder
(foto: Larissa Fernandes/Rede Massa)

Na melhor atuação em 11 rodadas, o Londrina fechou a primeira fase do Paranaense com vitória sobre o então líder J.Malucelli por4 a 0, na tarde deste domingo (27) no estádio Vitorino Gonçalves Dias (VGD).

Eficiente dentro de campo, o Tubarão enfrenta agora outra decisão fora das quatro linhas. Na quinta-feira (31), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) analisa o recurso do clube sobre a punição de seis pontos sofrida pela escalação irregular do volante Germano na partida de estreia do Paranaense, contra o PSTC. 

Neste momento, o alviceleste é o quinto na tabela, enfrentando o Atlético, quarto colocado, na segunda fase do Estadual. No entanto, caso recupere os seis pontos no STJD, o time comandado por Cláudio Tencati assume a liderança da tabela, decidindo em casa contra o Foz do Iguaçu.

O Jogo

O Londrina entrou em campo com uma surpresa no meio-campo. Totalmente recuperado de lesão, Bidia formou a dupla de volantes ao lado de Germano. Na armação, Rafael Gava ganhou mais uma chance de começar como titular com Zé Rafael.

Empurrado por 2,4 mil torcedores, o Tubarão pressionou o adversário desde os primeiros minutos de jogo. O sufoco deu resultado logo aos 12 minutos, quando Zé Rafael recebeu cruzamento no segundo pau e empurrou de carrinho para as redes. Só faltou combinar com o bandeira, que anulou corretamente o gol, marcando impedimento do ataque.

Aos 24 minutos, o gol finalmente saiu para valer. Quando todo mundo esperava levantamento na área, Rafael Gava cobrou falta da esquerda direto para o gol, no ângulo esquerdo, surpreendendo o goleiro Fabrício.

Três minutos depois, o atacante Bruno Batata fez grande jogada pela esquerda, passou por dois defensores do Jotinha e mesmo caído, cruzou rasteiro na área. Zé Rafael, livre no segundo pau, mandou de carrinho para o gol.

 Com vantagem no placar, o Londrina tirou o pé. No segundo tempo, o técnico Cláudio Tencati decidiu sacar o atacante Paulinho Moccelin para entrada do meio-campista Júlio Pacato.  

O J.Malucelli foi para cima e quase descontou aos 23. Getterson invadiu a área e chutou na trave. No rebote, Wellington bateu a queima roupa e parou em grande defesa do goleiro Marcelo Rangel.

Pacato, que havia entrado para controlar o jogo, deu uma de atacante e marcou o terceiro gol aos 33 minutos, recebendo cruzamento de Wellison, que também havia acabado de entrar no lugar de Bruno Batata.

 O ‘santo’ de Tencati estava de plantão na tarde deste domingo. Cinco minutos depois do terceiro gol, a substituição voltou a fazer efeito. Wellisson marcou um golaço, dominando com categoria, girando dentro da área e batendo no canto do goleiro Fabrício.  

(foto: Larissa Fernandes/Rede Massa)

“Nossa equipe jogou muito abaixo do que vinha jogando. Falhas que não tinham acontecido no decorrer do campeonato. Perdemos uma invencibilidade de dez jogos. Temos certeza que nossa equipe está focada para o mata-mata já”, disse o goleiro do J.Malucelli ao fim da partida.

Do lado do Londrina, os jogadores deixaram o campo empolgados com o bom desempenho em casa: cinco vitórias em seis partidas. “A gente vem em uma evolução muito boa. Precisávamos de um bom jogo, e fizemos bem feito. Agora é continuar na mesma pegada, a próxima fase é mata mata, tem que manter o foco para chegar no objetivo”, afirmou o capitão Germano.

“A gente buscava confirmar a classificação independente do julgamento. Agora é outro campeonato, totalmente diferente. A gente tem tudo para conseguir objetivos maiores”, comentou o lateral Paulinho.

Confrontos das quartas-de-final:

  • Paraná x Foz do Iguaçu

  • J.Malucelli x PSTC

  • Coritiba x Toledo

  • Atlético x Londrina