24°
Máx
17°
Min

Londrina ‘nada’ melhor e vence o Tupi no Café

(foto: Wellington Ferrugem/LOndrina Esporte Clube) - Londrina ‘nada’ melhor e vence o Tupi no Café
(foto: Wellington Ferrugem/LOndrina Esporte Clube)

Quando o assunto é água, o Tubarão é soberano. No duelo diante do Tupi, o Galo Carijó de Minas Gerais, debaixo de muita chuva no estádio do Café, o Londrina venceu por 1 a 0 em partida disputada na tarde deste sábado (4).

Com o resultado positivo, o Londrina sobe para a décima primeira posição com nove pontos, a apenas dois do G4. “Precisávamos da vitória. A gente sabe o quanto a Série B é difícil, competitiva. Valeu a dedicação e acreditar até o final que podíamos sair coma vitória”, celebrou o volante Germano. O Tubarão agora viaja 3,2 mil quilômetros para enfrentar o Ceará na próxima terça-feira (7) em Fortaleza.

 O excesso de chuva castigou o gramado do estádio do Café, prejudicando o toque de bola das duas equipes. Ainda assim, o Londrina assumiu a postura de buscar o gol, partindo para cima do adversário. Logo aos dois minutos, Paulinho Moccelin recebeu na ponta esquerda e arriscou. A bola tirou tinta da trave, assustando o goleiro Rafael Santos.

Os visitantes só chegaram com perigo aos 33, em jogada de bola parada. Em cobrança de falta na área, Giancarlo subiu com o lateral Igor Bosel, que mandou contra o próprio gol, quase abrindo o placar.

 Na volta para o segundo tempo, o ímpeto do Londrina em busca do gol aumentou. As principais chances foram com Paulinho Moccelin. Aos seis, ele recebeu com liberdade dentro da área, mas pegou mal na bola e isolou, para desespero da torcida local. Aos 15, Paulinho arriscou de fora da área. A bola desviou em Rodolfo e quase surpreendeu Rafael Santos, que mandou para escanteio.

 Precisando da vitória, Claudio Tencati sacou Zé Rafael para a estreia de Rondinelly. No primeiro lance dele, o meia recebeu passe de Moccelin e bateu firme, para mais uma boa defesa do goleiro mineiro.

Aos 26, mais uma alteração.Paulinho Moccelin deixou o campo para outra estreia, de Marcelinho.  Três minutos depois o jovem vindo do Foz do Iguaçu perdeu a melhor chance da partida. Depois do bate-rebate na área, a bola sobrou livre para Marcelinho, que mandou por cima do gol.

 A persistência deu resultado. Aos 36, em cruzamento da direita, Keirrison dividiu com o goleiro e a bola sobrou limpa para Jô empurrar para as redes e marcar o primeiro gol com a camisa alviceleste.

 No lance do gol, Rafael Santos acabou se chocando com o lateral Fillipe Formiga, que sofreu fratura exposta em uma das pernas.

 A partida ficou paralisada por quase 10 minutos enquanto o jogador recebia atendimento em campo. Ele deixou o estádio do Café de ambulância e precisará passar por cirurgia.

 A saída de Formiga deixou o Tupi com dez em campo, já que Ricardo Drubksy havia feito as três alterações. Durante os nove minutos de acréscimo, o Londrina ainda teve chance de marcar o segundo. Aos 50, Jô recebeu na direita, invadiu a área, esperou a saída do goleiro mas pegou forte demais na bola. Como já havia marcado o gol da vitória, o atacante foi perdoado pela torcida.