27°
Máx
13°
Min

Londrina publica vídeo em homenagem a Vitor

A derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro marcou a despedida do goleiro Vitor do Londrina Esporte Clube. Antes da partida, havia a expectativa de que ele entrasse por alguns minutos para se despedir dentro de campo. No entanto, como o técnico Cláudio Tencati usou as três substituições para tentar reverter o resultado, a despedida ficou mesmo para o banco de reservas.

Antes da partida, Vitor recebeu do gestor Sérgio Malucelli uma placa de agradecimento pelos serviços prestados ao clube. Ele chegou ao Tubarão no final de 2013 com a missão de substituir Danilo, que havia acabado de se transferir para a Chapecoense e era um dos jogadores favoritos da torcida.

Logo de cara, Vitor disputou uma final de Campeonato Paranaense e foi decisivo ao defender um dos pênaltis, levando o Londrina a um título que não conquistava há 22 anos.

O último torneio disputado pelo goleiro como titular foi a Série C do Brasileiro, quando ele foi eleito melhor jogador da competição, ficando fora de apenas uma partida por receber o terceiro cartão amarelo.

Vitor deixa o Londrina por conta de uma decisão ligada à religião. Convertido à igreja adventista, que pede aos fiéis que guardem o sábado, deixando de exercer qualquer atividade trabalhista entre o pôr do sol de sexta e sábado, o goleiro não conseguiria se adaptar ao calendário do Tubarão na Série B do Brasileiro, que possui jogos às sextas-feiras à noite e sábados à tarde.