22°
Máx
14°
Min

Londrina vacila e cede empate ao Criciúma no Café

(foto:  Larissa Fernandes/Rede Massa) - Londrina vacila e cede empate ao Criciúma no Café
(foto: Larissa Fernandes/Rede Massa)

O Londrina tinha tudo para deixar o gramado do estádio do Café colado no G-4, mas, depois de sair duas vezes à frente do placar, permitiu o empate do Criciúma em 2 a 2, 'patinando' na tabela de classificação. O placar igual fez o Londrina chegar aos 20 pontos, na nona posição, mas pode três lugares na tabela dependendo dos resultados deste sábado. Já o Criciúma salta para quinto, com 22.

Apostando no esquema de três atacantes que funcionou contra o Bahia, no melhor jogo do time na temporada, Cláudio Tencati esbarrou nos três volantes escalados por Roberto Cavalo. Abusando dos erros de passe, o Tubarão começou a partida sendo pressionado pelo adversário.

Como os visitantes tinham a bola, mas não ameaçavam, o Londrina passou a tomar mais iniciativa e chegar ao ataque. Aos 31, Luizão perdeu oportunidade em subir sozinho na área em  cobrança de escanteio. A pressão deu resultado aos 43 minutos. O zagueiro Raphael Silva tentou cortar um rebote na área, mas se atrapalhou e acabou colocando a mão na bola.

Germano foi para a cobrança e bateu firme, abrindo o placar.

Na volta para a segunda etapa, Roberto Cavalo queimou duas alterações de uma vez, sacando o lateral Marlon para entrada do atacante Jheimy e colocando Alex Maranhão no lugar de Ricardinho no meio-campo.

As mudanças não surtiram efeito, e a pressão exercida pelo Londrina no primeiro tempo continuou. Aos quatro minutos, Zé Rafael quase ampliou ao roubar a bola e bater da entrada da área, parando em boa defesa do goleiro Luiz.

Quando o Tubarão era muito superior em campo, veio o primeiro vacilo. Após cobrança de lateral, Gustavo girou sobre Luizão e foi derrubado pelo zagueiro londrinense dentro da área. Na cobrança  do pênalti, Marcelo Rangel saltou no canto direito e fez boa defesa. No rebote, no entanto, o atacante do Criciúma não desperdiçou.

A igualdade no marcador fez Tencati mexer no time. Paulinho Moccelin, que mais uma vez não conseguiu produzir, foi substituído por Netinho. Cinco minutos depois, o Londrina voltou à frente do placar. Zé Rafael foi lançado na direita, invadiu a área e cruzou a bola com açúcar para Jô desviar. Foi o terceiro gol dele no campeonato, dividindo a artilharia com Keirrison.

Aos 21, o Tubarão teve a primeira chance de matar o jogo. Itamar recebeu livre na área, tentou driblar o goleiro e tocar de calcanhar, mas parou em boa defesa de Luiz.

O castigo veio cinco minutos depois. Igor Bosel cometeu falta desnecessária na direita. Bola levantada na área e Raphael Silva, que havia cometido pênalti no primeiro tempo, subiu tranquilo de cabeça para empatar, em nova falha da defesa alviceleste.

Tentando remar mais uma vez em busca dos três pontos, Tencati mexeu duplamente no ataque, sacando Jô e Itamar para entrada de Safira e Keirrison.

Um minuto depois de pisar no gramado, K99 recebeu passe perfeito de Zé Rafael e ficou na cara do goleiro Luiz, que saiu bem e abafou o chute fraco do atacante do Londrina.

Em uma noite em que o namoro entre o Londrina e a vitória virou um 'relacionamento iô-iô' , foi cada um dormir para o seu lado.

O Tubarão volta a campo só no próximo sábado (9), para enfrentar o Paysandu no estádio da Curuzu, em Belém (PA).