23°
Máx
12°
Min

Lucas Fernandes faz de falta e reservas do São Paulo batem o Botafogo

(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net) - Lucas Fernandes faz de falta e reservas do São Paulo batem o Botafogo
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Com foco na Libertadores e com seis jogadores da base entre os titulares, o São Paulo estreou no Brasileirão com vitória por 1 a 0 contra o Botafogo, neste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). A partida marcou o retorno alvinegro à elite do futebol nacional, após ter sido rebaixado em 2014.

O técnico Edgardo Bauza optou por um time com 11 reservas pensando na partida contra o Atlético-MG, quarta-feira, no Independência, valendo vaga na semifinal da Copa Libertadores. Kelvin e Thiago Mendes, que não tiveram boa atuação no jogo de ida, no Morumbi, até entraram em campo no segundo tempo.

Quem resolveu, entretanto, foi o meia Lucas Fernandes. O garoto, autor do gol do título da Copa Libertadores Sub-20 e grande promessa do São Paulo para a temporada, fez seu primeiro gol na carreira profissional. Também foi o primeiro gol de falta feito no clube desde a aposentadoria de Rogério Ceni.

Já o Botafogo, que vinha de vice-campeonato carioca, volta a campo para enfrentar o Juazeirense, quinta-feira, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias, pela Copa do Brasil.

O JOGO - Diferente do São Paulo, que utilizou um time reserva, o Botafogo ditou o ritmo da partida e não demorou a criar as primeiras chances de gol. Aos 3 minutos, Ribamar recebeu passe de Leandrinho e chutou para fora. Com o time tricolor bem fechado, a saída passou a ser o jogo aéreo. Bruno Silva teve duas oportunidades, em falha da defesa, mas desperdiçou ambas.

Na primeira vez que foi ao ataque, o São Paulo marcou. Aos 21, Lucas Fernandes cobrou falta de longe e Helton Leite pulou atrasado: 1 a 0. Foi a segunda falha na semana do goleiro que substitui Jefferson, com dores no braço esquerdo e vetado para o jogo. Ele já havia ido mal durante a semana, no jogo de ida contra o Juazeirense.

A mudança no placar fez o time paulista crescer em campo. Aos 23, Lucas Fernandes cruzou com perfeição, mas Alan Kardec furou o cabeceio. Aos 42, o Botafogo teve boa chance para empatar, com Ribamar, que parou em boa defesa de Renan Ribeiro.

No segundo tempo, o time alvinegro continuou melhor, com oportunidades de gol, mas deficiente na finalização. Aos 10, Leandrinho pegou rebote na entrada da área e chutou sem direção. Aos 25, foi a vez de Sassá. O atacante roubou a bola, entrou na área e concluiu mal.

A falta de pontaria começou a incomodar a torcida no Raulino de Oliveira. Ricardo Gomes usou o banco de reservas, mas sem sucesso. O desgaste pelo calor no jogo matinal também dificultava o poderio ofensivo da equipe. Aos 45, o time se lançou mais ao ataque e ameaçou.

Renan Ribeiro deu rebote em cruzamento de Luís Ricardo, mas Ribamar não aproveitou a chance. Aos 48, Centurión concluiu bem de cabeça, mas o juiz marcou impedimento. Na última tentativa, Anderson Aquino finalizou fraco e não conseguiu evitar a derrota alvinegra na volta à Série A.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 0 x 1 SÃO PAULO

BOTAFOGO - Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Victor Luis; Fernandes, Bruno Silva (Salgueiro), Rodrigo Lindoso e Leandrinho (Anderson Aquino); Neilton (Sassá) e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes.

SÃO PAULO - Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Banguelê (Thiago Mendes), Lucão, Wilder (Kelvin), Centurión e Lucas Fernandes (Rogério); Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza.

GOL - Lucas Fernandes, aos 21 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (SC).

CARTÕES AMARELOS: Leandrinho (Botafogo) Thiago Mendes, Lucas Fernandes, Matheus Reis, Wilder e Banguelê (São Paulo).

PÚBLICO - 3.660 pagantes (5.465 no total).

RENDA - R$ 148.790,00.

Local - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).