21°
Máx
17°
Min

Maicon admite erro e pede desculpas após expulsão em derrota do São Paulo

(Foto: Divulgação)  - Maicon admite erro e pede desculpas após expulsão
(Foto: Divulgação)

Nos vestiários, enquanto os jogadores do São Paulo e o técnico Edgardo Bauza se preocuparam em isentar Maicon pela expulsão pelo entrevero com Borja, na derrota para o Atlético Nacional por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, o zagueiro pedia desculpas pelo gesto intempestivo.

"Todo mundo sabe que eu errei, poderia ter dosado a agressividade", admitiu o defensor. "Peço desculpas aos companheiros e aos milhares de são-paulinos, mas não sou de abaixar a cabeça e vou trabalhar para compensar o investimento que o clube fez para me contratar."

Maicon admitiu que, como capitão, deveria dar o exemplo. Mas também considerou que o árbitro argentino Mauro Vigliano foi rigoroso demais. "Ele podia ter me dado o amarelo e conversar comigo, para me acalmar", comentou.

O goleiro Denis defendeu Maicon. "Jogar com um jogador a menos é sempre difícil. Acredito que não foi para expulsão (a atitude de Maicon), o árbitro foi muito rigoroso e prejudicou nossa equipe", afirmou.

Para Edgardo Bauza, a expulsão também foi errada. Ele não concorda que deveria ter recomposto a defesa, colocando Lugano no time. "Não creio que eu me equivoquei, a expulsão é que foi equivocada."

Bauza estava desanimado. "Foi uma partida difícil. Tentamos por todos os caminhos, mas não foi possível."