22°
Máx
16°
Min

Martial faz nos acréscimos e põe Manchester United na final da Copa da Inglaterra

Com um gol do atacante francês Martial nos acréscimos do tempo normal, o Manchester United venceu o Everton por 2 a 1 neste sábado, no lendário estádio de Wembley, em Londres, e garantiu vaga na decisão da Copa da Inglaterra.

Na final, o time do técnico Louis van Gaal aguarda pelo vencedor do duelo entre Crystal Palace e Watford, que se enfrentam neste domingo. O Manchester United tem 11 títulos do tradicional torneio, uma conquista a menos do que o Arsenal, o maior vencedor.

As equipes fizeram um jogo aberto, com boas chances de gol para os dois lados. Das tribunas, de terno e gravata, Ronaldo Fenômeno viu o United sair na frente com um gol aos 33 minutos do primeiro tempo. Rashford tocou para Martial, que avançou pela esquerda e rolou para o meio da área. Fellaini apareceu livre para empurrar para as redes.

No início da segunda etapa, o Everton teve grande chance de chegar ao empate, mas desperdiçou. Logo aos 10, Barkley tabelou com Lennon, tentou o drible e foi derrubado por Mensah. O árbitro marcou pênalti. Lukaku bateu no canto direito do goleiro, mas De Gea se esticou todo para fazer grande defesa.

O Everton seguiu melhor. Aos 14 minutos, Cleverley mandou por cima. Pouco depois, Lukaku cabeceou com perigo. Aos 30, Deulofeu cruzou da direita e Smalling mandou contra o próprio gol, enganando De Gea: 1 a 1.

A partida caminhava para a prorrogação, quando veio o gol salvador nos acréscimos. Aos 47, Martial tabelou com Lingard, que acionou Herrera. O meia ganhou a disputa com o adversário e deu bom passe para o atacante, que invadiu a área e tocou na saída de Robles para delírio dos torcedores do Manchester que lotaram o Wembley para ver o confronto da mais antiga competição da história do futebol.