23°
Máx
12°
Min

Matuidi diz que PSG o impediu de ir para Juventus: 'Queria ter saído'

O volante Blaise Matuidi não escondeu a decepção por ter permanecido no Paris Saint-Germain após a última janela para transferências. Neste domingo, o jogador francês admitiu que queria ter deixado o clube para se transferir para a Juventus e reclamou da postura da diretoria, que impediu sua saída.

"Eu recebi uma proposta concreta", confirmou Matuidi em entrevista à rede de televisão francesa TF1. "Eu queria ter saído. O clube decidiu de outra forma e eu tive que aceitar", completou.

Matuidi ainda tem dois anos de contrato com o Paris Saint-Germain, mas era cobiçado pela Juventus, que via no jogador a possibilidade de substituir Paul Pogba, negociado com o Manchester United.

O jogador, no entanto, acredita que o fato de o PSG ter perdido peças importantes no elenco na última janela contribuiu para que a diretoria o segurasse. O clube viu o atacante Ibrahimovic ir para o Manchester United e o zagueiro David Luiz ser negociado com o Chelsea. "É verdade que era um momento complicado, mas eu tinha um desejo e o desejo não foi realizado", disse.

Contratado pelo PSG junto ao Saint-Étienne em 2011, Matuidi tem mais de 200 partidas pelo clube e foi peça fundamental para o técnico Laurent Blanc nos últimos anos. Só que a demissão do treinador e a chegada do espanhol Unaí Emery para esta temporada fizeram com que o volante fosse para o banco nas primeiras três partidas da equipe.

Ainda assim, Matuidi acredita que Emery teve papel fundamental em sua manutenção no clube. "Eu sei que ele confia bastante em mim. Nós conversamos bastante juntos e eu acho que ele teve grande contribuição no desejo do clube."