24°
Máx
17°
Min

Mesmo com duelo do líder contra o lanterna, Egídio prega respeito ao América-MG

(Foto: Divulgação/Estadão)  - Mesmo com duelo do líder contra o lanterna, Egídio prega respeito
(Foto: Divulgação/Estadão)

Na luta para se manter na liderança do Campeonato Brasileiro - tem 57 pontos, contra 54 do vice Flamengo -, o Palmeiras tem na teoria um confronto mais tranquilo pela 29.ª rodada, neste domingo, contra o lanterna América-MG, no estádio do Café, em Londrina (PR). Mas não é isso o que pensa o lateral-esquerdo Egídio, que reconhece que o time terá de suar bastante para superar o rival, principalmente pela necessidade dos mineiros em subir na tabela de classificação.

"Se a gente continuar se impondo, temos grandes chances de sairmos vitoriosos de campo. Acredito também que é bem mais difícil jogar contra o lanterna, afinal eles estão brigando para escapar (do rebaixamento) no fim do campeonato. Não sabemos o pensamento, mas com certeza eles virão para ganhar o jogo. Temos de nos impor, mas sabemos que será um jogo muito difícil, assim como foi contra o Santa Cruz", comentou o jogador, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva na Academia de Futebol.

Egídio, inclusive, pontuou as qualidades da equipe do América-MG. "Tem jogadores rápidos na frente, não é qualquer time, por mais que esteja na lanterna. Sabemos que qualquer time que vem para a Série A é organizado. Enfrentaremos dificuldades, temos de criar as nossas jogadas para fazer gol e segurar o máximo na defesa para não tomar", afirmou o lateral-esquerdo, negando qualquer favoritismo do Palmeiras.

"O Cuca trabalha muito bem isso, essa questão que vem de fora. Todo mundo está falando que somos o grande favorito, mas a gente sabe que dentro das quatro linhas é 11 contra 11 e tudo pode acontecer. Ele (Cuca) sempre nos lembra para manter a concentração, firme e forte porque eles virão para vencer e temos de estar prevenidos", completou.

TREINO - Um dia depois de serem poupados dos treinos da semana, o ala/meia Zé Roberto e o volante Moisés trabalharam normalmente nesta quinta-feira. A movimentação consistiu em um 13 contra 13, contando com os dois goleiros. O atacante Alecsandro, ainda com dores nas costas, ficou na parte interna do clube.