28°
Máx
17°
Min

Messi faz gol 500, mas Barcelona perde terceira seguida e vê liderança ameaçada

O Barcelona perdeu para o Valencia por 2 a 1 neste domingo, em pleno Camp Nou, e complicou de vez sua situação no Campeonato Espanhol. O time catalão chegou à terceira derrota consecutiva na competição e agora tem a liderança ameaçada pelas duas equipes de Madri, o Atlético e o Real.

A cinco rodadas do término, o Barcelona continua na ponta, mas agora tem os mesmos 76 pontos do Atlético, que está em segundo. O time de Cristiano Ronaldo vem de sete vitórias consecutivas e aparece logo atrás, com 75.

O início do declínio do Barcelona vem justamente a partir de uma derrota para o Real no Espanhol, por 2 a 1, no dia 2 de abril. De lá para cá, a equipe ainda perdeu para a Real Sociedad por 1 a 0, também pelo torneio nacional, e se despediu nas quartas de final da Liga dos Campeões com um empate e uma derrota para o Atlético de Madrid.

Para seguir à frente no Espanhol, o Barcelona não pode vacilar contra o Deportivo La Coruña na próxima quarta-feira, fora de casa. O Valencia, que está apenas na 12ª colocação com 40 pontos, no mesmo dia, recebe o Eibar.

MESSI 500 - No duelo deste domingo, o único jogador do Barcelona que tem algo a comemorar é o argentino Messi. Ao descontar o placar, ele chegou ao gol 500 na carreira. Mas foi pouco para evitar a derrota. Apesar de tomar conta da partida, o time catalão parou nas defesas do goleiro Diego Alves.

O brasileiro começou o jogo ligado e fez duas boas intervenções. A primeira em tentativa de Messi e outra com Neymar, que avançou livre, tentou o toque de cobertura, mas viu o goleiro afastar o perigo com um soco na bola. Antes do 25 minutos, Luis Suárez também perdeu outra oportunidade ao chutar para fora e Messi parou nas mãos do brasileiro. A impressão é a de que o trio MSN voltaria a funcionar.

Depois de passar o início da partida recuado, o Valencia decidiu se arriscar no ataque e conseguiu abrir o marcador. Guilherme Siqueira avançou pela esquerda e cruzou. A bola desviou em Rakitic e enganou o goleiro Bravo: 1 a 0.

O Barcelona voltou a pressionar, mas Diego Alves continuava inspirado. Aos 38, Messi cobrou falta e a bola explodiu na barreira. O argentino aproveitou a sobra e, de cabeça, obrigou o goleiro adversário a fazer grande defesa.

Tudo dava certo para o Valencia, que ainda conseguiu ampliar em contra-ataque no último minuto da etapa inicial. Santi Mina recebeu belo passe de Parejo e bateu na saída de Bravo para fazer o segundo.

A história se repetiu no segundo tempo, com o Barcelona dominando a partida, mas com dificuldade para passar por Diego Alves. Somente aos 17 minutos, de tanto insistir, que o time catalão diminuiu. Jordi Alba cruzou pela esquerda e Messi apareceu na área para marcar seu gol 500 e encerrar um jejum de cinco jogos sem balançar as redes.

Os minutos finais mostraram um Barcelona visivelmente abalado com a má fase. Os jogadores irritados com a dificuldade de chegar ao gol adversário, erros de passe, uma incrível chance de gol desperdiçada por Piqué na cara de Diego Alves e agora a liderança da competição ameaçada. Que fase.