28°
Máx
17°
Min

Morrinho 'trai' o Londrina e Vasco vence no Café

(foto: Carlos Gregório Jr/Vasco) - Morrinho 'trai' o Londrina e Vasco vence no Café
(foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Os aplausos e gritos de "É Tubarão" ao final da partida contrastaram com o placar final de Londrina e Vasco. Mesmo jogando bem e pressionando os cariocas durante boa parte do jogo, o alviceleste saiu derrotado por 1 a 0, em gol de falta marcado por Rodrigo aos seis minutos do primeiro tempo com uma grande ajuda do 'morrinho artilheiro', para desespero dos mais de 14 mil presentes ao estádio do Café.

"A equipe buscou a vitória do começo ao fim. Tomamos um gol que não pode, mas faz parte do futebol. Vamos trabalhar pra poder vencer", afirmou o goleiro Marcelo Rangel, referindo-se ao próximo jogo, na sexta-feira (24), contra o Luverdense em Lucas do Rio Verde (MT)."Tem que parabenizar o espírito da equipe. Buscamos o tempo todo criamos chance. Temos um bom caminho pela frente", completou o capitão Germano, que era dúvida antes da partida.

O camisa 8, aliás, é uma das três perdas confirmadas para a próxima rodada por conta do terceiro cartão amarelo. Além dele, estão fora contra o Luverdense o zagueiro Luizão e o atacante Itamar.

O jogo

Com as torres de iluminação devidamente consertadas, desta vez foi um drone o responsável por parar o jogo no estádio do Café logo aos cinco minutos. Quando a bola voltou a rolar, Jorge Henrique partiu para o ataque e foi derrubado com falta. Rodrigo cobrou, a bola desviou na barreira e quicou no gramado, encobrindo o goleiro Marcelo Rangel.

O gol não abateu o Londrina, que ficava mais com a bola no pé e tentava infiltrar na zaga cruzmaltina. Aos 17, Keirrison recebeu bom passe e entrou livre na área, batendo firme para grande defesa de Martin Silva.

Carlos Gregório Jr/VascoCarlos Gregório Jr/Vasco 

O Vasco tinha dificuldades de se lançar ao ataque, mas quando chegou quase marcou o segundo. Leandrão recebeu de Marcelo Mattos, passou pelos dois zagueiros do Londrina e carimbou a trave. Antes do final do primeiro tempo, o goleiro uruguaio deu um susto na torcida do Vasco. Ao tentar sair jogando, dominou mal com os pés e quase entregou o ouro para Jô.

Na volta para a segunda etapa, mudança no Londrina: Keirrison saiu para entrada de Itamar, referendado por ter feito duas assistências para gol na vitória contra o Bahia. No primeiro minuto em campo, o atacante já causou. Depois de reclamar de uma falta não marcada no campo ofensivo, foi advertido com cartão amarelo.

Aos quatro minutos, Rodrigo teve nova chance em cobrança de falta e tirou tinta da trave de Marcelo Rangel.

Demonstrando muita raça, o Londrina tinha dificuldade em caprichar no último passe para chegar com eficiência no ataque. A melhor chance veio aos 24, quando Paulinho Moccelin cruzou da direita e Itamar e Silvio se enrolaram para concluir.

Para melhorar o poderio ofensivo, Tencati promoveu mais duas alterações, sacando Zé Rafael para entrada de Netinho e colocando Marcelinho no lugar de Paulinho Moccelin. As alterações surtiram pouco efeito, e o jogo seguiu travado pelo excesso de faltas dos dois times.

A última cartada do Londrina foi em bola parada. Diguinho fez falta em Itamar na entrada da área. A cobrança demorou quase dois minutos, já que os vascaínos não respeitavam a distância para a cobrança. Netinho foi para a bola e acertou a barreira.

Nos acréscimos, ainda sobrou tempo para Rodrigão ser expulso após cometer falta violenta em Marcelinho. Com o apito final, sobraram os aplausos e o reconhecimento da torcida à vontade apresentada pelos jogadores do Tubarão em campo.