22°
Máx
17°
Min

Na Paraíba, Cruzeiro fica no 0 a 0 com o Campinense na estreia da Copa do Brasil

A estreia não foi do jeito que o torcedor queria, mas o Cruzeiro tem muito o que comemorar o 0 a 0 com o Campinense, nesta quarta-feira, no estádio Amigão, em Campina Grande (PB), na sua primeira partida pela Copa do Brasil. Após um bom primeiro tempo, o time mineiro teve a expulsão do zagueiro Léo logo no primeiro minutos da segunda etapa e teve de suportar uma grande pressão dos paraibanos para voltar para casa com a igualdade no placar.

Sem conseguir a vitória - e muito menos a classificação sem a necessidade do jogo de volta -, o Cruzeiro terá de receber o Campinense no dia 4 de maio, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Quem vencer, avança à segunda fase - contra o Londrina-PR, que passou pelo Parauapebas-PA. Um novo 0 a 0 leva a decisão para a disputa de pênaltis e qualquer empate com gols dá a vaga ao clube da Paraíba.

Em campo, o Cruzeiro mostrou um futebol aguerrido no primeiro tempo. Ajudou o fato de o Campinense ter jogado com um time misto, o que fez com que a torcida não comparecesse em bom número no estádio Amigão, mesmo com a equipe fazendo boa campanha na temporada - está na decisão da Copa do Nordeste contra o Santa Cruz.

Só que apenas a garra não ganha jogo. Apesar de aparecer mais no ataque, o Cruzeiro mostrava dificuldade para criar jogadas, dada a excessiva troca de passes na defesa e os erros cometidos pela equipe mineira, que cedia contra-ataques ao Campinense. No último minuto, o time paraibano quase marcou em um chute de fora da área de Magno que bateu no travessão de Fábio.

O problema para o Cruzeiro é que logo no primeiro minuto o zagueiro Léo foi expulso por fazer falta como último homem da defesa. A partir daí, o Campinense melhorou e começou a criar chances de gol. Por sorte, a pontaria dos paraibanos não estava boa nesta quarta-feira.

O Cruzeiro volta as atenções agora para as semifinais do Campeonato Mineiro. Derrotado na partida de ida por 2 a 0, no estádio Independência, o time celeste precisa bater o América por dois ou mais gols de diferença, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, para avançar à decisão.