22°
Máx
16°
Min

Nenê faz gol relâmpago, Vasco empata com Oeste e segue líder na Série B

(Foto: Divulgação)  - Nenê faz gol relâmpago, Vasco empata com Oeste e segue líder na Série B
(Foto: Divulgação)

O Vasco viu cair seus 100% de aproveitamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, a equipe foi a Barueri e abriu o placar com gol relâmpago de Nenê com menos de um minuto de jogo, mas levou o empate ainda no primeiro tempo e ficou mesmo no 1 a 1 pela quinta rodada da competição.

Ainda invicta, a equipe carioca manteve a liderança da Série B, com 13 pontos, isso porque o Atlético-GO caiu diante do Luverdense por 3 a 2 em outro jogo da rodada. Neste sábado, o Vasco volta a campo para receber o Goiás em São Januário. Já o Oeste chegou a cinco pontos, na 14.ª posição, e recebe o Criciúma no sábado.

Nenê mais uma vez mostrou viver grande fase e chegou à incrível marca de oito gols marcados em cinco partidas na Série B, mas o Vasco se tornou mais um grande a sofrer para vencer o time de Fernando Diniz. O treinador que levou o Audax ao vice-campeonato paulista já dá sua cara ao Oeste, que firmou parceria com o clube de Osasco para esta Série B.

O JOGO - Mal o árbitro apitou o início de jogo, o Vasco abriu o placar. Quando a fase é boa e a confiança está em alta, são precisas poucas chances para marcar, e Nenê mostrou isso nesta noite. Aos 23 segundos, após chutão de Yago Pikachu para frente, ele apareceu nas costas da defesa pelo lado esquerdo do ataque. Com a bola caindo, emendou de primeira, cruzado, vencendo Felipe Alves e anotando um golaço.

O gol no início baqueou o Oeste, que só pareceu acordar quando uma forte chuva passou a cair na Arena Barueri. Aos 10 minutos, a equipe paulista chegou pela primeira vez. Felipe Rodrigues tabelou com Marcus Vinícius, invadiu a área e encheu o pé. Jordi fez grande defesa.

O Oeste crescia na partida e chegou ao empate aos 29 minutos. Velicka foi acionado na área em posição duvidosa, driblou e ficou em ótima condição para marcar, mas demorou demais e foi travado por Yago Pikachu. Parecia que o perigo estava afastado, mas Francisco Alex emendou de primeira de longe e acertou lindo chute rasteiro, no canto direito de Jordi.

O jogo era aberto e no fim do primeiro tempo, foi o Vasco quem cresceu novamente. Aos 34 minutos, Jorge Henrique cruzou da esquerda, Thalles ajeitou com perfeição para Nenê, que ficou de frente para o gol e isolou. Aos 41, Jorge Henrique tabelou com Nenê e bateu cruzado da entrada da área. Felipe Alves fez linda defesa.

Na mesma medida que o início do primeiro tempo foi alucinante, o começo da etapa final foi insosso. Talvez preocupadas com a liberdade do adversário nos primeiros 45 minutos, as duas equipes trataram de melhorar o esquema defensivo, e aí a criatividade de ambas não foi suficiente para o surgimento de novas oportunidades.

Aos poucos, o Vasco começou a explorar a falta de proteção do Oeste nos lados do campo para construir jogadas com Eder Luis, pela direita, Nenê e Jorge Henrique, pela esquerda. Mas os erros nos cruzamentos e a boa marcação dos paulistas na área impediam que o time carioca finalizasse.

O tempo foi passando e as duas equipes davam a impressão de estarem satisfeitas com o resultado. O tradicional toque de bola do time comandado por Fernando Diniz já não era combatido, e os paulistas, por sua vez, também não exibiam grande ímpeto de ir ao ataque. Somente aos 40, Willian Oliveira teve a chance após escanteio e parou em Rafael Rocha, que salvou quase na linha de gol, mas foi pouco em um segundo tempo bem abaixo do esperado.

FICHA TÉCNICA:

OESTE 1 X 1 VASCO

OESTE - Felipe Alves; Felipe Rodrigues (Mauricio), Francis e Velicka; Renan Mota (Betinho), Danielzinho, Mazinho e Francisco Alex; Maurinho, Marcus Vinícius (Rafael Rocha) e Léo Artur. Técnico: Fernando Diniz.

VASCO - Jordi; Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Willian Oliveira) e Nenê; Eder Luis, Jorge Henrique e Thalles (Caio Monteiro). Técnico: Jorginho.

GOLS - Nenê, aos 24 segundos, e Francisco Alex, aos 29 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Diego Almeida Real (RS).

CARTÕES AMARELOS - Renan Mota, Maurinho, Velicka (Oeste). Luan, Yago Pikachu (Vasco).

RENDA - R$ 55.690,00.

PÚBLICO - 3.187 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).