22°
Máx
14°
Min

Nenê marca dois, Vasco vence o Vila Nova e mantém ponta da Série B

(Foto: Divulgação)  - Nenê marca dois, Vasco vence o Vila Nova e mantém ponta da Série B
(Foto: Divulgação)

O meia Nenê voltou a fazer a diferença para o Vasco. Com dois gols, o camisa 10 garantiu a vitória cruzmaltina por 2 a 0 sobre o Vila Nova, nesta terça-feira, no estádio Mané Garrincha. Com cinco gols marcados, o jogador é o artilheiro da Série B e principal responsável pela liderança vascaína ao término da terceira rodada, com nove pontos conquistados.

Embalado e invicto há 30 jogos, o Vasco recebe o Bahia, sábado, no estádio de São Januário. Já o Vila Nova, com três pontos, na 14ª posição, e após duas derrotas consecutivas, tenta se reabilitar no clássico goiano com o Atlético-GO, no Serra Dourada, em Goiânia.

Foi mais um jogo em que o Vasco sentiu a falta de Riascos, em nova noite decepcionante de Thalles. O substituto de Martín Silva, Jordi, também não começou bem a partida, mas se redimiu. Na primeira vez que foi acionado, o goleiro deu rebote no pé de Fabinho, que desperdiçou o gol.

Com Thalles apagado, o Vasco não criava e estava próximo de sofrer o gol. Para piorar, Madson voltou a se lesionar e foi substituído por Eder Luís. Aos 23, o susto. Fabinho encontrou Vandinho livre na área, mas o atacante parou em Jordi. A resposta veio aos 30. Na única aparição, Thalles recebeu passe na área e mandou por cima de Edson, mas errou o alvo.

No segundo tempo, o time carioca melhorou com a saída de Julio dos Santos para a entrada de Diguinho. Com uma marcação mais forte, dominou o meio e começou a criar perigos para o Vila. A primeira foi com Nenê, em chute de fora da área. Aos 17, Marcelo Mattos aproveitou escanteio e quase marcou. Mais acuado, o Vila Nova se fechou e pouco assustou Jordi. Em uma rara chance, Robston chutou forte e Jordi agarrou.

Quando o Vasco diminuiu o ritmo, a estrela de Nenê brilhou. Aos 26 minutos, o meia sofreu pênalti. Ele mesmo cobrou e fez 1 a 0. Aos 33, falta próximo à área. Nenê cobrou com perfeição e ampliou o placar, em um belo gol. A torcida brasiliense reconheceu o talento do camisa 10 , autor de 12 gols na temporada, e o aplaudiu pela vitória por 2 a 0, no Mané Garrincha.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 0 X 2 VASCO

VILA NOVA - Edson; Jefferson Feijão, Vinícius Simon, Anderson e Marcelo Cordeiro; Maguinho (Vinícius Hess) Robston, Fabinho, Jean Carlos e Roger (Frontini); Vandinho (Leandrinho). Técnico: Rogério Mancini.

VASCO - Jordi; Madson (Eder Luís), Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Diguinho), Yago Pikachu e Nenê; Jorge Henrique e Thalles (Evander). Técnico: Jorginho.

GOLS - Nenê, aos 26 e aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS - Robston, Anderson e Marcelo Cordeiro (Vila Nova); Nenê e Rodrigo (Vasco).

CARTÃO VERMELHO - Jean Carlos (Vila Nova); Diguinho (Vasco).

PÚBLICO E RENDA - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).