22°
Máx
14°
Min

No adeus do Inglês, Manchester United vence jogo remarcado após ameaça de bomba

(Foto: Divulgação/Manchester United) - No adeus do Inglês, Manchester United vence jogo remarcado após ameaça de bomba
(Foto: Divulgação/Manchester United)

Em uma despedida melancólica no Campeonato Inglês, o Manchester United derrotou o Bournemouth por 3 a 1, nesta terça-feira, no Old Trafford. A partida deveria ter sido disputada no domingo, mas uma ameaça de bomba obrigou as autoridades a evacuarem o estádio cerca de 30 minutos antes do jogo. Por essa razão, o duelo foi adiado para esta terça, tornando-se o último do campeonato.

O confronto fora transferido porque a polícia encontrou um pacote suspeito nas arquibancadas. Pouco depois, equipes especializadas realizaram uma explosão controlada do artefato e as forças de segurança disseram que a bomba era falsa. Foi o primeiro duelo do Campeonato Inglês a ser adiado por causa de uma ameaça de bomba, gerando preocupação às vésperas da Eurocopa, que será disputada na França no próximo mês.

A partida pouco serviu ao Manchester. O time comandado por Louis Van Gaal ganhou apenas uma posição com o triunfo. Ao chegar aos 66 pontos, terminou o campeonato na quinta colocação, desbancando o Southampton. Mas ficou atrás do rival Manchester City, apesar da mesma pontuação, por ter menor saldo de gols. Assim, ficam fora da Liga dos Campeões da próxima temporada. Já o Bournemouth ficou em 16º, garantido na primeira divisão.

Por causa do adiamento da partida, o Manchester entrou em campo nesta terça sem a costumeira lotação do Old Trafford. E a torcida que compareceu ao estádio não se empolgou com os primeiros 40 minutos. Precisou Wayne Rooney garantir a empolgação ao marcar um belo gol aos 43, após jogada trabalhada pela esquerda.

Na segunda etapa, o Manchester melhorou e passou a pressionar a defesa visitante. Carrick acertou o travessão antes de Marcus Rashford anotar o segundo, após jogada de Rooney, aos 30. O atacante voltou a brilhar aos 42, quando fez lançamento preciso para Ashley Young marcar o terceiro. Nos acréscimos, Chris Smalling anotou, contra, o gol de Bournemouth.