23°
Máx
12°
Min

No jogo com pior público do Brasileiro, Botafogo bate América-MG e deixa lanterna

- No jogo com pior público do Brasileiro, Botafogo bate América-MG e deixa lanterna

O até então pior ataque do Campeonato Brasileiro desencantou. Em noite inspirada do atacante Sassá, autor de três gols, o Botafogo venceu o América-MG por 3 a 1, nesta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O jogo pela oitava rodada foi o pior público da competição até o momento, com apenas 883 pagantes (pouco mais de 1.200 pessoas no total), e tirou o time carioca da incômoda lanterna.

Com oito pontos, o Botafogo quebrou um jejum de quatro jogos sem vitórias e enfrenta o Corinthians, neste domingo, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Já o América-MG, que venceu apenas uma partida, tem cinco pontos, caiu para a última posição e enfrenta o Coritiba, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

O primeiro tempo foi de poucos ataques, mas de muita eficiência. Na primeira tentativa do Botafogo, Adalberto protegeu errado e foi surpreendido por Neilton, que finalizou para a defesa de João Ricardo. Depois disso, cada tentativa resultou em gol. Aos 23 minutos, Sassá foi derrubado na área: pênalti. Ele cobrou e fez 1 a 0.

Aos 31 minutos, a defesa do América-MG saiu errado, Neilton roubou a bola e passou para Sassá fazer 2 a 0. Logo depois, Sassá foi derrubado na área novamente e converteu o pênalti: 3 a 0.

No segundo tempo, o América-MG esboçou uma reação e diminuiu aos 2 minutos com Sávio, após Sidão fazer duas boas defesas. A vantagem fez o Botafogo se acomodar, sem criar chances de gol. Sorte que o clube mineiro não conseguiu ampliar a pressão para diminuir a desvantagem.

Nos 15 minutos finais, o time visitante decidiu arriscar tudo e cresceu, primeiro com Borges, em chute para fora. A promessa mineira Matheusinho também arriscou, mas errou o alvo. Após isso, o Botafogo reorganizou o sistema defensivo e conseguiu administrar a vantagem para selar a tranquila vitória por 3 a 1.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 3 x 1 AMÉRICA-MG

BOTAFOGO - Sidão; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton (Fernandes), Bruno Silva, Gervasio Núñez (Salgueiro) e Leandrinho; Neilton e Sassá (Ribamar). Técnico: Ricardo Gomes.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Hélder, Artur, Adalberto e Danilo; Juninho, Claudinei (Matheusinho), Alan Mineiro (Tiago Luís) e Eduardo (Sávio); Osman e Borges. Técnico: Sérgio Vieira.

GOLS - Sassá, aos 23 (pênalti), aos 31 e aos 36 (pênalti) minutos do primeiro tempo; Sávio, aos 2 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Renan Fonseca (Botafogo); Sávio e João Ricardo (América-MG).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA - R$ 19.580,00.

PÚBLICO - 883 pagantes (1.255 no total).

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).