21°
Máx
17°
Min

No Paraguai, Guaraní perde pênalti no último lance e é eliminado da Libertadores

Algoz do Corinthians e semifinalista na edição de 2015, o Guarani foi eliminado precocemente da Copa Libertadores deste ano nesta quinta-feira. E foi de um modo dramático. No estádio Defensores del Chaco, em Assunção, o time paraguaio derrotou o Independiente del Valle, do Equador, por 2 a 1, mas caiu porque, com a vitória por 1 a 0 em casa, os equatorianos marcaram uma vez como visitante. Faltou um gol ao Guarani e ele poderia ter vindo na cobrança de pênalti desperdiçada por López, aos 50 minutos do segundo tempo, no último lance da partida.

Com a classificação, o Independiente del Valle avançou para o Grupo 5 e será um dos adversários do Atlético Mineiro. Os outros clubes são o Melgar, do Peru, e o Colo Colo, do Chile. A primeira rodada será já na próxima semana - o time brasileiro joga contra os peruanos, fora de casa, na quarta-feira, e os equatorianos receberão os chilenos na quinta.

Em campo, o jogo foi nervoso o tempo todo, com muitas faltas. Os gols só saíram no segundo tempo e quem marcou primeiro foi o Guaraní, aos 16 minutos, com Palau em um belo voleio. O resultado levava a decisão para os pênaltis, mas em um rápido contra-ataque o Independiente del Valle empatou com Angulo, aos 31.

A partir daí, o Guarani precisava de dois gols e o primeiro foi marcado aos 35 minutos - López escorou de cabeça e deixou os donos da casa novamente em vantagem. Em uma enorme pressão até o fim, um pênalti foi marcado aos 49 - Mina derrubou López na área. O mesmo López foi para a cobrança, mas deu de bico na bola e isolou a cobrança por cima do gol. Desespero paraguaio e alegria equatoriana com a classificação.