22°
Máx
17°
Min

No Recife, Vasco derrota o Santa Cruz por 3 a 2 e avança na Copa do Brasil

(Foto: Divulgação)  - No Recife, Vasco derrota o Santa Cruz por 3 a 2
(Foto: Divulgação)

O Vasco está classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. Com bom segundo tempo, o time conseguiu vencer o Santa Cruz por 3 a 2, nesta quarta-feira, no estádio do Arruda, no Recife. Como o primeiro jogo ficou 1 a 1, no Rio, os cariocas ficaram em vantagem por 4 a 3 no agregado e seguem na competição.

Foi a primeira vitória no ano da equipe sem o meia Nenê, que está lesionado. Nas três vezes anteriores, pela Série B do Campeonato Brasileiro, o time empatou em duas oportunidades e perdeu para o Atlético Goianiense.

O adversário na próxima fase será conhecido por sorteio. Além dos classificados, as oitavas de final terão a presença de Corinthians, Atlético Mineiro, Palmeiras, Grêmio, São Paulo e Internacional, que garantiram a vaga por causa da campanha no Brasileirão do ano passado. Com a eliminação, o Santa Cruz se classificou para a Copa Sul-Americana.

Foi com uma equipe bem ofensiva que o Vasco entrou em campo e garantiu a vaga. Sem Nenê, o técnico Jorginho apostou em Yago Pikachu e Evander na armação, com Andrezinho mais recuado. Também deu oportunidade para Thalles no lugar de Leandrão. No início, a formação não funcionou, com o Santa Cruz melhor em campo. Com liberdade, Keno deu trabalho à defesa e quase marcou em chute de longa distância.

Depois do susto, os cariocas cresceram em campo, quando Rodrigo acertou forte arremate de fora da área, com a boa defesa de Tiago Cardoso. Sumido até então, Yago Pikachu passou a se movimentar mais, com mais uma opção para a equipe. Aos 37 minutos, nova chance vascaína. Andrezinho cobrou falta, a bola desviou em Bruno Moraes e quase entrou.

No segundo tempo, o time cruzmaltino manteve o ritmo e conseguiu abrir o marcador. Após boa jogada pela esquerda, aos sete minutos, Andrezinho recebeu na área e chutou forte de esquerda: 1 a 0. Aos 15, Madson teve a chance de ampliar. O lateral-direito recebeu lançamento de Diguinho, na área, mas finalizou para fora.

O segundo gol era questão de tempo e saiu aos 19 minutos. O prata da casa Evander fez boa jogada pela esquerda e passou para Yago Pikachu chutar forte e ampliar. Poderia ter sido o gol da tranquilidade, mas aos 23 o Santa Cruz diminuiu. João Paulo levantou na área, Keno se desgarrou da marcação e completou de cabeça.

Foi necessário que Jorginho recuasse a equipe, com as entradas dos volantes Julio dos Santos e William. A mudança fez com que o Santa Cruz avançasse, com uma pressão nos minutos finais em uma sequência de erros dos dois times. Primeiro aos 45 com Keno, em chute de fora da área que quase saiu o gol. Aos 47, Jorge Henrique aproveitou saída ruim de Tiago Cardoso e conseguiu fazer 3 a 1.

Quando o jogo parecia definido, aos 48 minutos Arthur aproveitou falha da defesa e cabeceou no canto esquerdo do goleiro vascaíno Martin Silva. O time esboçou o empate, mas não deu tempo de evitar a classificação vascaína para as oitavas de final.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ 2 x 3 VASCO

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vítor, Neris (João Paulo), Danny Morais e Tiago Costa; Wellington, Derley, Marcílio (Arthur) e Leandrinho (Marcinho); Keno e Bruno Moraes. Técnico: Milton Mendes.

VASCO - Martin Silva; Madson, Jomar, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Diguinho), Andrezinho, Yago Pikachu (Julio dos Santos) e Evander (William); Jorge Henrique e Thalles. Técnico: Jorginho.

GOLS - Andrezinho, aos 7, Yago Pikachu, aos 15, Keno, aos 23, Jorge Henrique, aos 47, e Arthur, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Keno, Marcinho, Vitor e Neris (Santa Cruz); Diguinho e Marcelo Mattos (Vasco).

CARTÃO VERMELHO - Derley (Santa Cruz).

ÁRBITRO - Igor Junior Benevenuto (MG).

RENDA - R$ 132.525,00.

PÚBLICO - 14.264 pagantes.

LOCAL - Estádio do Arruda, no Recife (PE).