28°
Máx
17°
Min

“O sonho acabou nesta madrugada”, diz presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense

(Foto: Reprodução) - Conselheiro da Chapecoense: "O sonho acabou nesta madrugada"
(Foto: Reprodução)

“O sonho acabou nesta madrugada”. A afirmação é do presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense, Plínio David De Nes Filho. Ele não embarcou no mesmo avião que o restante da equipe e permaneceu em São Paulo nesta segunda-feira (28), apesar de estar na lista de convidados da delegação. A Chapecoense iniciou a viagem para Colômbia na tarde de ontem no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. A aeronave caiu na madrugada desta terça-feira (29) nas proximidades do aeroporto de Medellín.

“Ontem de manhã eu me despedindo deles, eles diziam que iam em busca do sonho para tornar esse sonho uma realidade e nós, muito emocionados compartilhamos muito com eles desse sonho, e o sonho acabou nesta madrugada”, disse abalado Des Nes Filho. “Mas o que a gente tem a dizer no Brasil é que a solidariedade do povo brasileiro é uma coisa valiosa”, disse em entrevista à TV Globo.

“Esse grupo dentro da Chapecoense entre atletas e direção não era apenas um grupo de respeito mútuo profissional ou pelo dirigente, era um grupo familiar, era um grupo de amizade onde todo mundo ria muito. Mesmo nas derrotas, os nossos estímulos para que se procurasse mais adiante a vitória era uma coisa constante. Nós vivíamos em harmonia, em uma alegria muito grande”, afirmou o conselheiro do clube.

Além do presidente do Conselho Deliberativo, também integrava a lista de convidados da delegação o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon. Ele ficou em São Paulo e embarcaria para Medellín nesta terça-feira. O prefeito informou que vai pedir para a Presidência da República o apoio para o traslado dos corpos.